A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Quinta-feira, 18 de Janeiro de 2018

27/11/2015 15:49

Cidade é a 10º do país em transparência e prefeito quer colocar dados em painel

Caroline Maldonado
Com a nota 10, Inocência é o único município de Mato Grosso do Sul na lista dos que obtiveram as melhores pontuações na avaliação da CGU (Foto: Blog I Love MS)Com a nota 10, Inocência é o único município de Mato Grosso do Sul na lista dos que obtiveram as melhores pontuações na avaliação da CGU (Foto: Blog I Love MS)
Inocência leva nome de livro e é conhecida como Cidade do Romance (Foto: Blog I Love MS)Inocência leva nome de livro e é conhecida como Cidade do Romance (Foto: Blog I Love MS)

A placa na entrada do município diz “Bem-vindo à Inocência, a Cidade do Romance”. A 339 quilômetros de Campo Grande, o local leva o cognome em função da obra de Visconde de Taunay, publicada em 1872. Agora, a cidade, cuja arrecadação é de R$ 2,3 milhões por mês, ganhou destaque ao ficar em 10º lugar em um ranking nacional de transparência pública e o prefeito Antonio Ângleo dos Santos (DEM) quer colocar um painel eletrônico com informações dos custos e gastos da administração.

Com a nota 10, Inocência é o único município de Mato Grosso do Sul na lista dos que obtiveram as melhores pontuações na avaliação da CGU (Controladoria Geral da União), divulgada neste mês. Na lista do Estado, o segundo lugar ficou com Ladário, que obteve nota 8,19. Em seguida, estão Nova Andradina, com 7,92 e Campo Grande, com 6,81.

No ranking dos Estados, Mato Grosso do Sul está em 23º lugar, com nota 2,5. A primeira colocação é da Bahia, que tem nota 10. Outros seis estados têm a nota máxima, mas o primeiro tem uma pontuação de variação maior. Segundo a CGU, não há no site da administração indicação de como enviar pedidos de acesso a informação pela internet ou como obtê-los pessoalmente. Em compensação, o Estado recebeu avaliação positiva em quesitos voltados para a regulamentação da LAI (Lei de Acesso a Informação) pelo Poder Executivo.

Entre as Capitais, Campo Grande está em 17º, com nota 6,81. Conforme o levantamento da CGU, a cidade tem atendimento presencial e via internet para solicitação de informação e são exigidos apenas dados que não impossibilitam ou dificultam o acesso. Porém, os pedidos foram respondidos parcialmente nas tentativas feitas pelos avaliadores. A administração tem regulamentação da lei pelo Executivo, mas outros critérios não são atendidos.

As avaliações da CGU são feitas em dois períodos. A primeira foi em abril e esta última, divulgada na sexta-feira (20), foi entre julho e outubro.

Prefeito Antonio Ângleo dos Santos (DEM) quer colocar um painel eletrônico com informações dos custos e gastos da administração em Inocência (Foto: Divulgação/Assomasul)Prefeito Antonio Ângleo dos Santos (DEM) quer colocar um painel eletrônico com informações dos custos e gastos da administração em Inocência (Foto: Divulgação/Assomasul)

Inocência – Na primeira avaliação, o município de Inocência recebeu nota 2,5. Não havia regulamentação da lei pelo Executivo e apesar dos locais físico e online para fornecer dados à população, nem sempre eles eram respondidos ou não atendiam exatamente o que foi pedido.

Após saber da pontuação, o prefeito mudou a equipe que atua na área e conseguiu reverter o contexto. “A cada mês, a gente vem procurando se adequar ainda mais a lei de transparência, capacitamos o pessoal para isso e agora quero implantar algo que vi em uma cidade pequena no Paraná, que é um painel eletrônico com todas as informações de gastos do município”, disse o prefeito.

Ex-bancário e produtor rural, o prefeito da cidade é conhecido como Toninho da Cofapi, por ter sido presidente da Comissão Organizadora da Festa do Peão em Inocência. “Agradeço a minha equipe que trabalhou para isso. Não há processos contra mim e vou continuar trabalhando para essa transparência se manter”, comentou.

Jovem de 25 anos morre depois de bater moto em ônibus na BR-163
Um jovem de 25 anos morreu na Santa Casa de Campo Grande depois de se envolver em acidente com a moto que pilotava e um ônibus. A batida ocorreu na B...
Depois de vir a MS, homem morre em SP com suspeita de febre amarela
Um homem de 56 anos morreu no último domingo (14) em Santo André (SP) com suspeita de febre amarela. A família acha que a vítima contraiu a doença em...


imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions