ACOMPANHE-NOS    
ABRIL, SÁBADO  17    CAMPO GRANDE 28º

Interior

"Conhecido e querido" era senhor japonês que morreu de covid-19 em Rio Brilhante

Sussumi Numata, de 80 anos, é de família de agricultores e costumava caminhar pela cidade

Por Lucia Morel | 11/06/2020 15:28
Idoso estava internado em UTI do hospital particular Santa Rita, em Dourados. (Foto: Reprodução)
Idoso estava internado em UTI do hospital particular Santa Rita, em Dourados. (Foto: Reprodução)

Conhecido e querido em Rio Brilhante. Assim, o secretário de saúde da cidade, Márcio Figueiredo, fala do idoso Sussumi Numata, de 80 anos, 25ª vítima de covid-19 em Mato Grosso do Sul. A morte ocorreu hoje, no Hospital Santa Rita, que é particular, em Dourados. O paciente ocupava leito de UTI (Unidade de Terapia Intensiva).

De família de agricultores, o senhor Numata costumava fazer caminhadas pelas ruas de Rio Brilhante e segundo Figueiredo, era conhecido por sua simpatia. “Eu não o conheci, mas desde que o caso me chegou, todos com quem falo e que o conheciam comentam a mesma coisa: que ela era muito querido”, comentou.

O Campo Grande News conseguiu contato com a família do idoso, que preferiu não conversar com a reportagem no momento, alegando que “todos nós não estamos com cabeça para isso agora”, conforme um dos familiares.

Em nota de pesar, o município, que fica a 160 Km de Campo Grande, informou que “com profunda tristeza recebemos nesta manhã a notícia do falecimento, em virtude do Coronavírus, do Sr Sussumi Numata, de 80 anos, morador de nosso município”.

A nota dizia ainda que “neste momento de profunda dor, nos solidarizamos com seus amigos e familiares e rogamos a Deus que conforte seus corações”.

Histórico - O secretário de saúde da cidade disse à reportagem que a família levou Numata para atendimento direto ao hospital particular em Dourados, sem passar pelo sistema municipal. Ao terem em mãos o resultado positivo para covid-19, familiares informaram prontamente a prefeitura.

“O paciente foi a Dourados espontaneamente e tinha plano de saúde. Logo que o exame deu positivo, a família procurou a Secretaria de Saúde para informar o caso”, disse, enfatizando que desde então, ela tem sido monitorada e todos foram testados, inclusive a esposa do idoso, que também testou positivo para a doença.

Figueiredo informou, inclusive, que está sendo feito levantamento para rastrear onde Numata pode ter se contaminado, já que até onde se sabe, 90% dos casos de covid-19 em Rio Brilhante, têm relação com funcionários de frigorífico e o idoso não seria parente nem teria tido contato com pessoas da empresa.

“Temos feito levantamento frequente e vemos que já há muitos casos que não têm mais relação com o frigorífico”, disse o secretário, enfatizando que ações têm sido intensificadas para combater a doença na região sul de MS, atual epicentro do novo coronavírus, especialmente em Dourados.

Ele lembrou da barreira sanitária que ocorre há cerca de 20 dias e que já fiscalizou 40 mil veículos e pessoas, além da implantação de ambulatório 24 horas no centro da cidade para atender a demanda espontânea e também do teste em massa de 194 funcionários do frigorífico.

“A partir desses testes, chegamos ao número de 90% de pacientes assintomáticos que vieram do frigorífico e que foram isolados e pararam de transitar. Cerca de 68 pessoas estavam indo trabalhar positivos e agora estão isolados”, sustentou.

Rio Brilhante tem 137 casos confirmados do novo coronavírus.

Nos siga no Google Notícias
Regras de comentário