ACOMPANHE-NOS    
OUTUBRO, SEGUNDA  19    CAMPO GRANDE 22º

Interior

Doença mental absolveu motociclista que matou criança em crime anterior

Oséias Miranda Ribeiro já foi processado por roubo, e decisão judicial foi pela internação, em razão de transtorno mental

Por Viviane Oliveira | 14/01/2020 13:20
Bruno chegou a ser socorrido pelo Corpo de Bombeiros, mas não resistiu ao ferimento (Foto: reprodução/Sidrolândia News)
Bruno chegou a ser socorrido pelo Corpo de Bombeiros, mas não resistiu ao ferimento (Foto: reprodução/Sidrolândia News)

O auxiliar de serviços gerais Oséias Miranda Ribeiro, 22 anos, conhecido como “Bobeias”, que atropelou e matou na noite do último sábado (11) uma criança de 2 anos, respondia a vários processos. Em um deles, por roubo na forma tentada, foi anexado laudo psiquiátrico atestando que o rapaz sofria de transtornos mentais e comportamentais devido ao uso de múltiplas drogas. No fim do ano passado, o juiz aplicou medida de segurança mandando que o acusado fosse internado em hospital de custódia por um ano. 

Oséias responde ainda a processos de crimes de trânsito por dirigir sem CNH (Carteira Nacional de Habilitação) e posse de drogas para o consumo pessoal. O roubo na forma tentada foi registrado em agosto de 2016, quando o rapaz na companhia de mais dois homens invadiu a casa do ex-prefeito Ari Basso e tentou roubar a caminhonete e dinheiro de um parente dele.

Nesse caso, o rapaz e os comparsas foram presos e levados para a cela da delegacia do município, mas dias depois Oséias acabou liberado para responder ao processo em liberdade. Três meses depois foi anexado ao processo laudo atestando que Oséias sofria de transtornos mentais e comportamentais devido ao uso de múltiplas drogas. Em setembro de 2016, Oseias chegou a ser internado no Hospital Nosso Lar por causa de um surto psicótico.

Em outubro do ano passado, o juiz Cláudio Muller Parejo, mandou que o rapaz fosse internado em em hospital de custódia ou em estabelecimento adequado pelo prazo mínimo de um ano. "Pelo exposto, absolvo (impropriamente) o acusado Oséias Miranda Ribeiro, já qualificado, e aplico medida de segurança consistente em internação em hospital de custódia ou, à falta, em outro estabelecimento adequado". Segundo a Agepen (Agência Estadual de Administração do Sistema Penitenciário), o rapaz não passou por nenhuma penitenciária do Estado. No processo, não há explicação se a ordem foi cumprida. 

Acidente - O acidente que terminou com a morte de Bruno da Silva Bispo, 2 anos, aconteceu por volta das 19h30, na Avenida Mato Grosso, em Quebra Coco, distrito de Sidrolândia. Segundo boletim de ocorrência, a criança estava na avenida quando foi atingida pela moto. O menino, segundo relatos de testemunhas à polícia, saiu rápido de uma casa e o piloto não conseguiu desviar. A criança foi socorrida pelo Corpo de Bombeiros, mas morreu no hospital de Sidrolândia.

Oséias foi submetido ao teste do bafômetro, procedimento adotado em casa de acidente com morte. O resultado deu negativo. Ele foi levado para delegacia do município, prestou depoimento e na sequência foi liberado. O caso foi registrado como homicídio culposo, quando não há intenção de matar, na direção de veículo automotor.

Nos siga no Google Notícias
Regras de comentário