ACOMPANHE-NOS    
AGOSTO, TERÇA  09    CAMPO GRANDE 12º

Interior

Ex-diretor de prisão onde Pavão construiu "espaço vip" é executado a tiros

Óscar González foi executado com 3 tiros na frente do pai

Por Adriano Fernandes | 19/06/2022 18:52
Policiais na frente da residência onde Óscar foi executado. (Foto: Virgília Vera/ABC Color)
Policiais na frente da residência onde Óscar foi executado. (Foto: Virgília Vera/ABC Color)

O ex-diretor da Penitenciária de Tacumbú, em Assunção, Óscar González Olmedo González, de 43 anos, foi executado com 3 tiros neste domingo (19), no Paraguai. O presídio, que é o maior do país vizinho foi onde o narcotraficante brasileiro Jarvis Gimenes Pavão, construiu “espaço vip” enquanto estava preso.

Óscar González esteve à frente da direção do presídio até 2020. Neste domingo (19) era por volta das 13h quando ele foi surpreendido por um atirador nas residência de seu pai, na Rua Projetada, no Bairro Obrero. O pistoleiro chegou ao local de moto, entrou pelo portão principal da residência e foi até a churrasqueira onde estava a vítima e o assassinou com 3 tiros.

O pai de Óscar presenciou o ataque. Olmedo González ainda chegou a ser transferido para o Hospital de Trauma de por seus familiares, mas morreu antes de dar entrada na unidade. De acordo com o portal paraguaio ABC Color há muitas câmeras na vizinhança da residência onde ocorreu o ataque deste domingo. A polícia ainda não sabe afirmar se Óscar recebeu ameaças recentemente. Ele levou um tiro no rosto, outro na mão esquerda e o terceiro no lado esquerdo das costas.

 González foi demitido da chefia da penitenciaria de Tacumbú em 2020, depois que foi descoberto um laboratório de processamento de cocaína, dentro do presídio.

Nos siga no Google Notícias