A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Domingo, 19 de Novembro de 2017

05/08/2014 17:50

Gaeco detém ex-prefeito, vereador e apreende R$ 48 mil durante operação

Priscilla Peres
Equipe foi à casa de vereador. (Foto: Bela Vista MS)Equipe foi à casa de vereador. (Foto: Bela Vista MS)

O Gaeco (Grupo de Atuação Especial de Repressão ao Crime Organizado) cumpriu 11 mandados de busca e apreensão hoje, durante a Operação Cartas Marcadas, que investiga fraudes em licitações, realizada em Bela Vista, Rio Brilhante e Campo Grande. Três pessoas foram presas, o ex-prefeito Abraão Armoa Zacarias (PMDB) e o vereador Alcyr Mendonça (PMDB ), ambos de Bela Vista, e o empresário Eudo Loureiro Pinheiro Neto, de Rio Brilhante.

Na casa do ex-prefeito Abraão Zacarias foram apreendidas quatro armas de fogo, sendo uma de uso restrito e munições. Ele foi preso em flagrante por porte ilegal de armas de fogo e em sua residência os policiais ainda encontraram várias documentos pertencentes a prefeitura de Bela Vista.

Com o vereador Alcyr Mendonça, o Gaeco apreendeu documentos oficiais e R$ 48 mil. Ainda em Bela Vista, foram apreendidos documentos referentes a contratos de empresas com a prefeitura, além de quantia em dinheiro.
Em Rio Brilhante, o funcionário público municipal Dionísio Chimemes Filho, foi preso com documentos, entre eles cópia de diversos contratos firmados entre empresas e a prefeitura de Bela Vista. Chimenes Filho ocupou cargo na comissão permanente de licitação em 2013.

Na Capital, os policiais apreenderam carimbos do Fisco de Mato Grosso do Sul e Mato Grosso, notas fiscais em branco e documentos referentes a contratos com a prefeitura de Bela Vista e outras, na sede da empresa EGS Comércio e Serviços Ltda.

Carta Marcada - A operação deflagrada na manhã de hoje investida sobre a ocorrência de crimes de associação criminosa, fraudes licitatórias e falsidade documental. Durante o dia, 30 Policiais Militares do Gaeco e quatro promotores de Justiça participaram da ação. A Polícia Civil também auxiliou na operação.

De acordo com o MPE/MS (Ministério Público Estadual de Mato Grosso do Sul), as investigações do Gaeco vão prosseguir durante a semana, com o depoimento dos presos, além de outras 20 pessoas, dentre investigados e testemunhas.

Gaeco prende ex-prefeito em operação contra fraude em 3 cidades
O Gaeco (Grupo de Atuação Especial de Repressão ao Crime Organizado) deflagrou na manhã de hoje (5), em Campo Grande, Bela Vista e Rio Brilhante, a 3...
Durante briga, homem mata colega a facadas por causa de tapa no rosto
Matheus Henrique da Silva, de 24 anos, foi morto no início da tarde de ontem (18), depois de ter dado um tapa no rosto de Tiago Campos, de 29. O crim...


imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions