ACOMPANHE-NOS     Campo Grande News no Facebook Campo Grande News no Twitter Campo Grande News no Instagram
JULHO, QUARTA  17    CAMPO GRANDE 21º

Interior

Homem que armazenava pornografia infantil no trabalho é alvo da PF

Operação Illegal Storage Work cumpre mandados em Dourados e Itaporã

Por Helio de Freitas, de Dourados | 09/07/2024 10:06
Viatura chega ao pátio da Delegacia da Polícia Federal em Dourados (Foto: Arquivo)
Viatura chega ao pátio da Delegacia da Polícia Federal em Dourados (Foto: Arquivo)

Homem que armazenava conteúdo pornográfico infantil em dispositivos eletrônicos utilizado no trabalho é alvo de mandados de busca e apreensão cumpridos pela Polícia Federal nesta terça-feira (9) em Dourados e Itaporã.

Ele é investigado no âmbito da Operação Illegal Storage Work, deflagrada pela Delegacia da PF em Dourados. Os mandados foram expedidos pela 3ª Vara Criminal.

Segundo a Polícia Federal, a investigação apurou a existência de material armazenado com conteúdo pornográfico infantil envolvendo crianças e adolescentes durante a Operação Pós-doc Fraudis, deflagrada em 5 de maio do ano passado para investigar fraude em bolsas de estudo da UFGD (Universidade Federal da Grande Dourados).

Os mandados cumpridos hoje procuram novos elementos para amparar a investigação, formada através do cruzamento de provas. O nome “Illegal storage work” foi adotado pelo fato de o principal investigado manter o conteúdo pornográfico armazenado em dispositivos eletrônicos utilizado no trabalho.

Fraudes na UFGD – A Operação Pós-doc fraudis investiga recebimento, mediante fraude, de recursos destinados a bolsa de estudos.

As investigações mostraram a existência de acordo ilegal entre o professor que coordenava o programa e um aluno aprovado no curso, que recebia bolsa de estudos de pós-doutorado de Engenharia Agrícola da UFGD e destinava parte do valor para o docente através da chamada “rachadinha”.

Clique aqui para acessar o canal do Campo Grande News e siga nossas redes sociais.

Nos siga no Google Notícias