A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Terça-feira, 12 de Dezembro de 2017

05/10/2016 14:08

Mesmo com alta da farinha e ovo, cesta básica ficou mais barata em setembro

Helio de Freitas, de Dourados
Fiscais do Procon fazem pesquisa em mercado de Dourados (Foto: Divulgação)Fiscais do Procon fazem pesquisa em mercado de Dourados (Foto: Divulgação)

O preço da cesta básica formada por 28 itens considerados de primeira necessidade teve queda de 0,9% em comparação ao mês anterior, segundo pesquisa feita pelo Procon segunda-feira e ontem em Dourados, a 233 km de Campo Grande.

Apesar da leve queda no valor médio da cesta básica, alguns produtos apresentaram alta, com destaque para a dúzia de ovos, que ficou 13,5% mais cara em comparação à pesquisa feita no dia 1º de setembro, e a farinha de mandioca, que subiu 194% em um mês, segundo o Procon.

Mais uma vez, conforme o diretor do Proco Rozemar Mattos de Souza, a variação de preços do mesmo produto entre um estabelecimento e outro chama a atenção.

O preço do pacote de 200 gramas de alho é o campeão. Pode ser encontrado de R$ 3,78 em um hipermercado de rede nacional localizado na Avenida Marcelino Pires a R$ 19,80 em um mercado da Vila Maxwell - diferença de 423,81%.

Vários outros produtos têm diferença superior a 100%, como o fubá, extrato de tomate, erva-mate, goiabada, margarina, papel higiênico e sabonete.

O preço médio dos 28 itens juntos também tem variação considerável. É possível comprar todos os produtos com R$ 111,15 em um mercado localizado na Rua Eulália Pires, no Jardim Clímax. A mesma lista sai por R$ 150,36 no mercado da Vila Maxwell – uma diferença de 35%.

Para mais informações sobre a pesquisa e denúncia em caso de desrespeito ao consumidor, o Procon de Dourados disponibiliza os telefones (67) 3411-7754 e 151 e o e-mail procon@dourados.ms.gov.br.



imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions