A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Quarta-feira, 29 de Março de 2017

05/12/2014 13:51

Polícia apreende produtos e droga em operação Fronteira Integrada

Priscilla Peres
Policiais fizeram fiscalização no comércio do Centro de Corumbá. (Foto: Diário Corumbaense)Policiais fizeram fiscalização no comércio do Centro de Corumbá. (Foto: Diário Corumbaense)

Policiais das Forças Armadas deflagraram hoje, a operação Fronteira Integrada de fiscalização na região de fronteira de Mato Grosso do Sul. O intuito é combater crimes transfronteiriços e ambientais, como tráfico de drogas e contrabando, por meio bloqueio em estradas, fluviais e ações de patrulha.

A operação está sendo realizada em Porto Murtinho e em Corumbá. Na fronteira com a Bolívia, o foco da fiscalização é o comércio ambulante de vários tipos de mercadorias, já foram apreendidas porções de droga e uma pessoa foi presa.

“São ambulantes que estão vendendo produtos em situação irregular. Já havia sido feito um trabalho de orientação sobre a documentação necessária e os produtos que podem ser comercializados. Agora, a operação é mais incisiva, no intuito de coibir esse comércio irregular na cidade”, disse o coordenador de Posturas do Município, Leonardo Sampaio Martins, ao site Diário Corumbaense.

Os vendedores que tiveram mercadorias apreendidas têm prazo de cinco dias para apresentar as notas fiscais e comprovar a procedência. Em caso de não apresentação, os produtos ficam apreendidos e posteriormente encaminhados à Receita Federal, para uma destinação.

 

Veículos que passam pelas rodovias estão sendo abordados. (Foto: Diário Corumbaense)Veículos que passam pelas rodovias estão sendo abordados. (Foto: Diário Corumbaense)

Rodovia - Outra frente de fiscalização, atua com a ajuda do Exército no Posto Fiscal do Lampião Aceso, na BR-262. Veículos e pessoas são abordados para vistoria e checagem de documentos. Dois cães farejadores ajudam no trabalho que não tem data para terminar.

Para o delegado da Polícia Federal de Corumbá, Iuri de Oliveira, a operação conjunta é importante no combate de crimes ilícitos. “Estamos nessa operação especial juntamente com os órgãos de segurança e as forças armadas para darmos um respaldo e combatermos o tráfico de drogas e o crime organizado que são comuns na região de fronteira. Creio que essas ações beneficiam a segurança e a sociedade como um todo”, disse.

As ações são coordenadas pelo Gabinete de Gestão Integrada de Fronteira e conta com a participação das tropas do Exército e da Marinha e dos órgãos de Segurança Pública (PF, PRF, PM, PMRv, DOF, PMA e Guarda Municipal) e Fiscalização nas esferas estaduais e municipais (Receita Federal, Receita Estadual e Fiscalização de Posturas do Município).




imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions