ACOMPANHE-NOS    
AGOSTO, DOMINGO  09    CAMPO GRANDE 28º

Interior

Polícia fecha criadouro ilegal de jacarés em Miranda

Por Vinícius Squinelo | 18/08/2011 20:16

Foram encontrados jacarés abatidos e isopores com cabeças dos animais

Durante fiscalização na BR-262, agentes da Polícia Federal flagraram um criadouro ilegal de jacarés instalado em uma fazenda na cidade de Miranda, cidade distante 201 km de Campo Grande.

O local foi descoberto depois que os policiais abordaram um veículo Fiat Strada, cor prata, placas de Campo Grande, por volta das 13h30 de ontem. Dentro do carro foram encontrados dois isopores. Em um deles havia 43 cabeças de jacarés com idade aproximada de 1 ano e 96 jacarés inteiros de diversos tamanhos. No outro recipiente, estavam 11 pacotes plásticos, com aproximadamente um quilo de filé de jacaré cada um. Todo o material não tinha autorização ambiental ou documentação fiscal.

Em investigações, os policiais acabaram chegando a uma fazenda na cidade de Miranda onde encontraram o criadouro de jacarés. Foram apreendidos aproximadamente 3.460 jacarés vivos de diferentes estágios de vida, além de 84 peles congeladas e salgadas de jacaré, 50 cabeças de jacaré congeladas e 110 jacarés inteiros congelados, além de carne de jacaré e produtos industrializados feitos com o couro do animal.

Ainda nas investigações, foram apreendidos também 420 kg de peles de jacarés, separadas em lotes, em razão do diâmetro do abdômen e do corte pelas costas ou pelo abdômen, desacompanhados de autorização para o depósito e comercialização e de nota fiscal.

Segundo informações do site Diário Online, o proprietário do criadouro não possuía autorização válida do Ibama para a criação de jacaré, nem tinha autorização para abater e transportar os animais. Os envolvidos foram presos em flagrante pela prática de crimes ambientais e formação de quadrilha. Foi arbitrada fiança no valor de R$ 27 mil. Depois da paga a fiança, os envolvidos foram liberados nesta quinta-feira, dia 18, e respondem ao processo em liberdade.