A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Segunda-feira, 19 de Agosto de 2019

15/08/2019 07:12

Polícia investiga se gerente de pousada está envolvido no sumiço de servidora

Os dois mantinham relacionamento e para a polícia podem ter se encontrado na última noite em que a mulher foi vista

Geisy Garnes
Nathalia desapareceu no dia 15 do mês passado (Foto: reprodução/Facebook) Nathalia desapareceu no dia 15 do mês passado (Foto: reprodução/Facebook)

A Polícia Civil de Porto Murtinho investiga o envolvimento de um homem de 37 anos no desaparecimento da servidora pública Nathalia Alves Corrêa Baptista, de 27 anos, vista pela última vez no dia 15 do mês passado, após deixar a casa de uma amiga.

O suspeito, que trabalha como gerente de uma pousada da cidade, se tornou alvo das investigações depois que a quebra de sigilo telefônico de Nathalia mostrou que ele foi a última pessoa a ligar e enviar mensagens para ela antes do desaparecimento.

Conforme apurado pelo Campo Grande News, os dois teriam envolvimento amoroso e se encontravam com frequência na pousada onde o gerente trabalhava.

Após o desaparecimento, o carro da servidora foi encontrado em frente a casa do padrasto dela, que fica a poucos metros do local, ponto exato em que testemunhas relataram que ela estacionava sempre que ia se encontrar com o gerente. Para a polícia, isso indica que o homem foi de fato a última pessoa a ver Nathalia.

Para comprovar a ligação entre os dois, o suspeito foi ouvido pela polícia, mas mentiu sobre ligações e mensagens enviadas à vítima. Por conta disso, a quebra do sigilo telefônico do gerente foi feita, além da apreensão do celular dele e perícia em dois dos quartos da pousada.

Os pedidos foram aceitos pela juíza Adriana Lampert no dia 4 de agosto e cumprido pela polícia Civil da cidade dias depois. Um homem de 43 anos também investigado por envolvimento no caso foi preso por porte ilegal de arma. Ele pagou fiança ontem (14) no valor de R$ 1 mil e foi liberado. Os resultados da quebra do sigilo telefônico ainda não foram enviadas à polícia.

Desaparecimento - A servidora foi vista pela última vez no fim da tarde do dia 15 de julho. Até o momento, os depoimento e provas recolhidos pela polícia apontam que Nathalia passou a tarde na casa de uma amiga e só saiu de lá às 20h41, minutos depois de receber mensagens no celular.

Imagens de câmeras de segurança de um comércio da região comprovaram que a jovem deixou o local sozinha e dirigiu algumas quadras até a casa do padrasto, onde o carro dela foi encontrado.

imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions