A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Sábado, 20 de Janeiro de 2018

12/04/2016 10:37

Tapa-buraco é paralisado e moradores de distrito ameaçam novo bloqueio

No dai 15 de março, MS-470 ficou bloqueada por cinco horas e foi liberada assim que máquinas chegaram ao local, mas morador diz que serviço parou em seguida: Agesul diz que serviço será retomado

Helio de Freitas, de Dourados
Estrada de acesso a distritos de Dourados e Douradina continua cheia de buracos (Foto: Divulgação)Estrada de acesso a distritos de Dourados e Douradina continua cheia de buracos (Foto: Divulgação)
Pedra jogada em buracos se espalhou sobre o asfalto (Foto: Divulgação)Pedra jogada em buracos se espalhou sobre o asfalto (Foto: Divulgação)

Moradores dos distritos de Macaúba, em Dourados, e Cruzaltina, em Douradina, ameaçam novo bloqueio da MS-470, rodovia estadual que liga os dois povoados à BR-163. Eles afirmam que o serviço de tapa-buraco, iniciado em 15 de março, no dia em que a estrada ficou interditada por cinco horas, foi suspenso logo em seguida e rodovia continua tomada pelos buracos.

“A solução prometida no dia 15 de março ficou só na conversa. Eles fizeram o serviço que chamam de ‘bica corrida’, jogaram pó de brita, mas na primeira chuva esse material foi para o asfalto e aumentou ainda mais os transtornos, porque os caminhões passam e jogam as pedras. Dois carros tiveram o para-brisa quebrado e os buracos continuam”, afirmou ao Campo Grande News o professor Mário Alves dos Santos, de Macaúba.

Segundo ele, o combinado com a Agesul (Agência Estadual de Gestão de Empreendimentos de Mato Grosso do Sul) era que fosse feito um “serviço bem feito” até o recapeamento, o que não ocorreu. “O doutor Wilson Mendes, chefe das Agesul em Dourados, parece que não está mais no cargo. Agora ficam nos ludibriando”, reclamou o professor.

Mário dos Santos disse que os moradores estão revoltados por serem tratados “como crianças” e prometem novo bloqueio da estrada. “Aí só vamos liberar quando o serviço for feito por completo”. A Agesul confirmou a mudança no comando da agência na região de Dourados. Mendes foi substituído por Cláudio Eduardo de Lima Hastschbach.

Agesul promete retomar serviço – A assessoria da Agesul informou hoje (12) que a empresa responsável pelo tapa-buraco em Macaúba já foi procurada e terá no máximo 30 dias para montar mais duas equipes, “de forma que a MS-470 seja bem atendida com os serviços de manutenção”.

Conforme ainda a assessoria, está previsto o recapeamento da estrada, que resolveria de vez o problema. No entanto, a restauração acontecerá de acordo com o cronograma da regional de Dourados.

Bloqueio – No dia 15 de março deste ano, agricultores da zona rural de Dourados e Douradina bloquearam a MS-470 às 5h da madrugada na altura da subestação de Cruzaltina e só liberaram a rodovia por volta de 10h30 após o chefe regional da Agesul Wilson Mendes ir ao local com um engenheiro e equipamentos para iniciar o trabalho emergencial de recuperação.

Produtores rurais da região afirmam que a falta de condição da rodovia agravou o prejuízo na lavoura de soja colhida neste ano, já comprometida pelo excesso de chuva. Em alguns trechos da estrada o asfalto desapareceu de tantos buracos.

O produtor rural Adailton Vicini, 47, disse que há muito tempo tem prejuízos por causa da estrada, que em vários trechos não tem mais asfalto devido aos buracos. “Há muito tempo sofro com essa estrada e cada dia que passa a situação piora. Daqui a três meses tenho que transportar o milho e já estou me preparando para os gastos extras com manutenção de caminhão”, afirmou ele.



imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions