A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Quinta-feira, 14 de Dezembro de 2017

15/03/2016 09:09

Estrada sem manutenção aumenta prejuízo na lavoura, dizem produtores

Agricultores da região de Macaúba, em Dourados, atravessara máquinas agrícolas na pista e prometem manter MS-470 bloqueada até a chegada de representantes da Agesul

Helio de Freitas, de Dourados
Produtores colocaram máquina para bloquear a MS-470, no distrito de Macaúba; asfalto acabou em vários trechos da rodovia (Foto: Eliel Oliveira)Produtores colocaram máquina para bloquear a MS-470, no distrito de Macaúba; asfalto acabou em vários trechos da rodovia (Foto: Eliel Oliveira)
Polícia Rodoviária acompanha bloqueio de rodovia (Foto: Eliel Oliveira)Polícia Rodoviária acompanha bloqueio de rodovia (Foto: Eliel Oliveira)

Produtores rurais da região de Macaúba, Vila Formosa e Gauçu, em Dourados, e Cruzaltina, em Douradina, apontam a falta de conservação das estradas como um dos principais motivos para os prejuízos na atual safra de soja. Para cobrar providências do governo do Estado, eles bloqueiam há quatro horas a MS-470. O protesto ocorre na entrada de Macaúba, a 14 km da BR-163.

O produtor rural Adailton Vicini, 47, disse que há muito tempo tem prejuízos por causa da estrada, que em vários trechos não tem mais asfalto devido aos buracos.

“Há muito tempo sofro com essa estrada e cada dia que passa a situação piora. Daqui a três meses tenho que transportar o milho e já estou me preparando para os gastos extras com manutenção de caminhão”, afirmou ele ao participar nesta terça-feira (15) do bloqueio da rodovia, que fica na região leste do município de Dourados, a 233 km de Campo Grande.

Os moradores prometem manter o bloqueio até a chegada de representantes da Agesul (Agência Estadual de Gestão de Empreendimentos de Mato Grosso do Sul). “Vamos ficar aqui até algum representante da Agesul aparecer para dar uma satisfação. Não tem condição de deixar chegar nessa situação e não fazer nada. Aqui, quando chove, quem mora no distrito fica ilhado”, afirma Adilson Castro, 40, morador em Macaúba.

Carros de passeio, caminhões e ônibus do transporte escolar estão parados no bloqueio. Uma equipe da PMR (Polícia Militar Rodoviária) está no local. Apenas veículos de emergência podem passar.

Os moradores afirmam que o trecho de 15 km está intransitável e essa situação não foi provocada pelas chuvas mais recentes. Segundo eles, o problema existe desde o ano passado, pois a rodovia não recebe manutenção há mais de dois anos.

Agesul promete tapa-buraco – Através da assessoria de imprensa, a Agesul informou que uma equipe da regional de Dourados já foi deslocada para o local do protesto para dialogar com os moradores. Equipamentos também estão seguindo para o distrito de Macaúba, para iniciar o serviço de tapa-buraco.

Ainda conforme a assessoria, a MS-470 está no pacote de rodovias que serão recapeadas, mas o projeto ainda está em fase de licitação. “Estamos prosseguindo com o projeto, mas para atender de imediato vamos fazer o tapa-buraco”, informou a assessoria.



imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions