A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Domingo, 24 de Setembro de 2017

01/08/2017 10:22

Trabalhadores de frigorífico fazem protesto contra salários atrasados

Gabriel Maymone
Imagens mostram unidade praticamente vazia. (Foto: Divulgação)Imagens mostram unidade praticamente vazia. (Foto: Divulgação)

Funcionários do frigorífico Frigo Corte, em Maracaju – distante 160 quilômetros de Campo Grande – protestam na manhã de hoje (1º), contra o atraso de salários. Cerca de 80 trabalhadores ainda não receberam o pagamento de junho, que foi parcelado em quatro vezes.

O gerente da unidade, Jefferson da Luz, informou que 75% do valor já foi pago e que o restante deverá ser repassado ainda hoje (1º). Segundo ele, o pagamento era para ter sido feito ontem, mas houve um problema no banco. “Hoje nós vamos fazer o restante do pagamento”.

O presidente do Sindicato da Indústria da Alimentação de Dourados, José Erivaldo Lima, confirma que a situação do Frigo Corte está complicada desde o final do ano passado, depois que o frigorífico perdeu uma licença e ficou dois meses sem realizar abates.

Ainda conforme o sindicalista, pelo menos três trabalhadores foram demitidos este ano e não receberam seus direitos trabalhistas. O FGTS (Fundo de Garantia do Tempo de Serviço) também não foi depositado.

Um dos trabalhadores demitidos, que preferiu não se identificar, disse que a empresa informou que não havia previsão para fazer o pagamento. Ele afirmou que um grupo de ex-funcionários demitidos irá entrar na Justiça para receber os direitos.




imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions