ACOMPANHE-NOS    
AGOSTO, SEGUNDA  02    CAMPO GRANDE 15º

Interior

Três são presos após sequestro para roubar Hilux; um está foragido

Por Helio de Freitas, de Dourados | 31/01/2017 08:27
Danilo e Mauri foram presos junto com menor de idade (Foto: Divulgação)
Danilo e Mauri foram presos junto com menor de idade (Foto: Divulgação)

Dois homens e um adolescente foram presos na noite de ontem (30) em Mundo Novo, no extremo sul de Mato Grosso do Sul, após sequestrarem um casal de namorados em Naviraí, a 366 km de Campo Grande, para roubar uma caminhonete Toyota Hilux 2013.

Mauri Dailton Fernandes de Oliveira, 22, Danilo Souza dos Reis, 20, e o adolescente de 17 anos levavam a caminhonete para o Paraguai quando foram presos por policiais militares. Um quarto envolvido está foragido.

De acordo com a polícia, o casal foi sequestrado por volta de 21h quando estava dentro da caminhonete, estacionada em frente a uma residência, na área central de Naviraí.

Sob a mira de armas, o homem de 29 anos e a mulher de 21 foram dominados e deixados pelos bandidos na BR-163, perto da usina de álcool, enquanto os bandidos seguiam em direção ao Paraguai.

Por volta de 22h30, policiais militares de Mundo Novo abordaram a caminhonete em uma praça de pedágio na BR-163. Mauri de Oliveira estava conduzindo a Hilux. Ele disse aos policiais que outros dois envolvidos seguiam atrás, em um Gol branco.

O carro foi parado em seguida. O veículo era conduzido por Danilo dos Reis, que viajava na companhia do adolescente. Os três confessaram o assalto e informaram que um quarto envolvido, identificado como Murilo, estaria em um Fiat Uno vermelho. Ele teria sido o responsável em esconder os reféns.

O casal foi encontrado pela PM caminhando em uma estrada estadual que liga a cidade de Naviraí ao presídio local. Eles contaram que após serem dominados foram colocados no banco traseiro e levados até um canavial, onde foram retirados da Hilux e colocados no Uno vermelho.

Os dois foram levados para uma casa abandonada, também no meio de um canavial, onde ficaram amarrados por duas horas, vigiados por dois bandidos. Mais tarde o Uno voltou ao local e levou os dois homens. Percebendo que estava sozinho, o casal conseguiu se soltar e caminhou até a estrada, onde foi encontrado.

Nos siga no Google Notícias
Regras de comentário