A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Domingo, 17 de Dezembro de 2017

29/07/2013 09:33

Leitores são totalmente contra a cobrança de tributos sobre transporte coletivo

Edivaldo Bitencourt

A maioria absoluta dos leitores do Campo Grande News é contra a cobrança de tributos municipais, estaduais e federais sobre o transporte coletivo urbano. É o que revela a enquete concluída nesta segunda-feira.

Para 88% dos leitores, o poder público não deveria cobrar tributo ou taxa sobre o ônibus urbano. A isenção dos tributos poderia reduzir o valor da passagem em Campo Grande. Só a isenção do PIS e Cofins, em 1º de junho deste ano pela presidente Dilma Rousseff (PT), poderia reduzir o valor em até R$ 0,20, segundo algumas projeções. O prefeito Alcides Bernal (PP) autorizou a redução em R$ 0,10 desde o dia 1º de julho, de R$ 2,85 para R$ 2,75.

Já 11% dos leitores concordam com a cobrança de tributos sobre o transporte coletivo.
Atualmente, a Prefeitura cobra 5% do ISS (Imposto sobre Serviços) sobre o transporte coletivo, enquanto o Governo estadual cobra IPVA e ICMS sobre o óleo diesel.

Mega-Sena acumula de novo e prêmio estimado sobe para R$ 43,5 milhões
Mais uma vez a Mega-Sena ficou sem vencedor na faixa principal e, com isso, a premiação acumulou e pode chegar a R$ 43,5 milhões no próximo concurso,...
Mega-Sena pode pagar R$ 39 milhões no sorteio deste sábado
A Mega-Sena deste sábado (16), que está acumulada, pode pagar R$ 39 milhões para quem acertar os seis números. O concurso 1.997 ocorre às 20 horas, h...


As empresas de ônibus só ficariam com os lucros? É muito fácil ter uma empresa sem pagar impostos. Tem que pagar sim, impostos como qualquer segmento, mas que seja um imposto mais justo. O preço dos combustíveis é um grande vilão no aumento dos preços. Porque na Venezuela o combustível custa em torno de R$ 0,60 e no Brasil que é auto-suficiente custa quase R$ 3,00.
 
Placida Barros em 29/07/2013 11:11:37
imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions