A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Terça-feira, 16 de Janeiro de 2018

12/04/2010 08:47

Meninos de 8,9 e 10 anos depredam escola recém reformada

Redação

Três crianças invadiram ontem a Escola Estadual Professora Catarina de Abreu e depredaram as salas da direção e dos professores.

Os meninos têm 8, 9 e 10 anos de idade. Um deles foi flagrado ainda dentro da escola, na tarde de domingo, e acabou dizendo que os outros dois haviam participado da invasão.

Todos estudam na escola vizinha, a municipal Porfírio Lopes Nascimento. Ao ser questionado sobre o motivo do estrago, um dos garotos disse que resolveu invadir a escola "de raiva" , porque não havia conseguido vaga neste ano.

Novinha - O prédio passou por reformas e nem sequer foi inaugurado oficialmente, apesar das aulas já terem iniciado. "A inauguração estava marcada para 5 de março, mas o governador não pode vir", explica o diretor José Mauro Ferreira.

Ontem, os meninos arrombaram duas portas com barras de ferro e depois quebraram os vidros das janelas. Na direção, os três passaram a usar o pó químico dos extintores para acabar com documentos. "Fizeram um estrago, acabaram com os processos de professores, com toda a documentação da diretoria", detalha José Mauro.

O diretor diz que as invasões já não surpreendem, mas desta vez o que revoltou foi a idade das crianças e o fato da escola estar "novinha".

"Todo ano temos um prejuízo de 6, 7 e até 8 mil reais por causa desse vandalismo. Não temos guarda, já pedimos agente patrimonial, mas o Estado não fornece", reclama.

O caso foi repassado para o Conselho Tutelar de Sidrolândia e os pais foram chamados para uma conversa, diz o diretor da escola.

"Falta uma parceria mais efetiva com a promotoria da infância, sempre tem um menino envolvido nessas confusões aqui na cidade", sugere José Mauro. (Colaborou de Marcos Leite, de Sidrolândia)

imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions