A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Sexta-feira, 15 de Dezembro de 2017

23/07/2015 17:21

Ministério envia R$ 1,3 milhão para cirurgias eletivas em Mato Grosso do Sul

Ricardo Campos Jr.

Mato Grosso do Sul vai receber R$ 1,3 milhão do Ministério da Saúde para agilizar a realização e reduzir o tempo de espera por cirurgias eletivas pelo SUS (Sistema Único de Saúde). A medida faz parte de uma estratégia do Governo Federal que também reduz a burocracia na liberação de recursos.

Conforme a assessoria do órgão, os repasses para operações de média complexidade eram feitos por componentes e os estados não podiam receber novas verbas enquanto não tivessem gastado todo o montante.

Por exemplo, se o dinheiro do chamado componente II (especialidades e procedimentos prioritários) acabasse, os governadores não podiam fazer uma nova solicitação enquanto não esgotasse o caixa dos componentes I (cirurgias de catarata) e III (cirurgias de média complexidade).

Agora, cada bloco de procedimentos torna-se independente para receber recursos. A nova portaria, segundo o ministério, também permite aos gestores remunerar de forma diferenciada os prestadores para estimular a realização dos procedimentos.

O valor enviado ao estado foi definido em estudo da frequência de cirurgias eletivas feitas em anos anteriores. A transferência dos recursos se dará após a realização dos procedimentos nos hospitais.

Além do repasse, o governo estadual também conta com o limite financeiro de média e alta complexidade enviado mensalmente pelo Ministério da Saúde e ainda podem usar recursos próprios para essa finalidade.

Conforme a pasta, o número de cirurgias eletivas no Brasil cresceu 11,7% em dois anos, passando de 2.120.580 em 2012 para 2.370.039 em 2014. No mesmo período, o investimento do Ministério da Saúde saltou de R$ 1,04 bilhão para R$ 1,33 bilhão (crescimento de 27,2%).

Inscrições para o Vestibular 2018 da UFMS seguem abertas
A UFMS (Universidade Federal de Mato Grosso do Sul) segue com inscrições abertas para o Vestibular 2018, que selecionará alunos para cursos de gradua...
Autorização para psicólogos aplicarem terapia de reorientação sexual é mantida
O juiz Waldemar Cláudio de Carvalho, da 14ª Vara Federal de Brasília, decidiu hoje (15) tornar definitiva a decisão liminar (provisória) que havia pr...
Clientes de banco podem renegociar dívidas no "Caminhão do Quita Fácil"
A partir de segunda-feira (18), clientes das agências da Caixa de Campo Grande terão a possibilidade de renegociar suas dívidas atrasadas há mais de ...


imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions