A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Terça-feira, 12 de Dezembro de 2017

05/07/2013 21:57

Ministério Público denuncia maior quadrilha de furto a bancos do País

Bruno Chaves

Os integrantes da maior quadrilha de furto a bancos do País foram alvos de denúncia do MPMS (Ministério Público de Mato Grosso do Sul). Por meio do promotor de Justiça da Comarca de Nova Alvorada do Sul, Luiz Eduardo Sant’Anna Pinheiro, o órgão acusou as 11 pessoas que faziam parte do bando que agia no Paraná, em Mato Grosso e em Mato Grosso do Sul.

De acordo com investigações da polícia, Joel de Oliveira, Josias de Oliveira, Celso Alonso dos Santos, Jonas de Oliveira, Adriana Aparecida Miranda, Marilene de Oliveira, Sérgio Antunes, Efraim Renan dos Santos Morais, Jeferson Bruno dos Santos, Ezaul de Oliveira Trindade e Tiago Cardoso Sieves compõem uma quadrilha especializada na prática de arrombamentos de cofres de agências bancárias.

As pessoas do grupo possuem diversos graus de parentesco e são investigadas como autoras de um furto ocorrido na agência do Banco do Brasil do Parque dos Poderes, em Campo Grande, no dia 3 de março deste ano. Eles também tiveram quatro tentativas frustradas de furtos na Capital e uma, no dia 6 de abril, em Nova Alvorada do Sul.

Investigações do Garras (Grupo Armado de Resgate e Repressão a Assaltos e Sequestros) e da polícia de Nova Alvorada do Sul apontaram que o grupo forma uma organização criminosa composta pelas pessoas denunciadas e por outros indivíduos até então não identificados.

O trabalho das polícias ainda concluiu que o bando era especializado no arrombamento de cofres. Eles possuíam técnicas avançadas e buscavam, de todas as formas, não deixarem vestígios.

Outra informação que o MPMS usou na denúncia foi a de que mesmo tendo fracassado no furto em Nova Alvorada do Sul, a quadrilha continuava no mister de arrombamentos de agências bancárias, com ramificações em diversos estados do Brasil.

A organização criminosa também é alvo de investigações realizadas pelas Polícias dos Estados do Paraná, Piauí, Mato Grosso e Santa Catarina.

O caso - A maior quadrilha de furtos de cofres de agências bancárias do País foi apresentada no dia 19 de junho no Garras, em Campo Grande. Os 15 integrantes do bando, todos parentes, são acusados de furtar a agência do Banco do Brasil, no Parque dos Poderes, no dia 3 de março deste ano.

O bando ficou conhecido como a quadrilha do guarda-sol, por causa da forma como agia para chegar aos cofres. “Eles só agiam aos fins de semana ou feriado. Faziam um buraco na parede e, utilizando o guarda-sol, enganavam o sistema se segurança, conseguindo chegar ao cofre”, disse na época o delegado Alberto Rossi, responsável pelas investigações.



imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions