A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Quarta-feira, 13 de Dezembro de 2017

13/05/2009 16:28

Moradores tentam salvar vizinho que ateou fogo ao corpo

Redação

Augusto Pinto de Arruda, 73 anos, morreu às 9h35 de hoje, depois de atear fogo contra o próprio corpo. O caso ocorreu na residência onde ele morava com a filha e o genro, na Rua Internacional, que fica na divisão dos Bairros Santa Emília e São Conrado, em Campo Grande. Vizinhos tentaram apagar as chamas e não conseguiram.

A diarista Sílvia Farias, 53 anos, é vizinha da casa de Arruda. Ela trabalhava em uma residência perto quando ouviu moradores dizerem que alguém havia colocado fogo no corpo.

Sílvia foi ao local porque pensou que pudesse ser na casa dela e, quando chegou, viu a aglomeração de gente na residência do vizinho. Segundo a diarista, o dono de um bar que fica ao lado da casa viu a fumaça e chamou outros moradores para tentar evitar a morte, porém, não conseguiram.

"Ele já estava agonizando. Estava muito queimado", detalha Sílvia. A vizinha relata que o idoso jogou gasolina pelo corpo.

Sílvia mora no local há seis anos e Arruda estava na casa há pouco mais de um ano. O idoso ficava em um cômodo nos fundos da residência da filha e do genro.

Ele dava aulas de reforço escolar na casa. Sílvia conta que Arruda deixou uma carta na qual afirma ter decidido cometer suicídio porque tinha problemas familiares.

imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions