A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Sexta-feira, 15 de Dezembro de 2017

09/07/2013 07:15

MPF denuncia jornalista de Minas Gerais por racismo contra guarani-kaiowás de MS

Aliny Mary Dias

O autor de uma coluna publicada no jornal O Tempo de Minas Gerais foi denunciado pelo MPF-MS (Ministério Público Federal de Mato Grosso do Sul) por racismo contra a etnia Guarani-Kaiowá. O órgão pede indenização de R$ 100 mil por danos morais coletivos.

O colunista Walter Navarro, que não atua mais no jornal mineiro, publicou um texto referente à etnia em novembro de 2012, quando muitos usuários do Facebook inseriram a etnia Guarani-Kaiowá como sobrenome.

Algumas frases como “índio bom é índio morto” motivaram o MPF a entrar com a ação. Além do pedido de indenização, o MPF pede ainda a condenação por racismo, que prevê pena de 2 a 5 anos de prisão.

Outro trecho escrito pelo jornalista diz que os índios são “o povo mais primitivo do mundo, nem chegou à Idade da Pedra. Comem cupim. Intimidam até malária! Pigmeus, parecem formigas gigantes e caracterizam-se pela insuportável pneumatose intestinal, o que faz deles companhia deveras desagradável”.

Após um pedido de explicações, o colunista afirmou que o artigo teve apenas caráter humorístico. A ação começou a tramitar na Justiça Federal de Dourados em abril deste ano. Para o órgão, o colunista ofendeu a sociedade após incitar o preconceito.

O jornalista foi demitido logo que o texto gerou polêmica entre os leitores do jornal. O processo corre na Justiça Federal e ainda não há previsão para a data sentença. Clique aqui e confira o texto do jornalista disponibilizado pelo MPF-MS.

Inscrições para o Vestibular 2018 da UFMS seguem abertas
A UFMS (Universidade Federal de Mato Grosso do Sul) segue com inscrições abertas para o Vestibular 2018, que selecionará alunos para cursos de gradua...
Autorização para psicólogos aplicarem terapia de reorientação sexual é mantida
O juiz Waldemar Cláudio de Carvalho, da 14ª Vara Federal de Brasília, decidiu hoje (15) tornar definitiva a decisão liminar (provisória) que havia pr...
Clientes de banco podem renegociar dívidas no "Caminhão do Quita Fácil"
A partir de segunda-feira (18), clientes das agências da Caixa de Campo Grande terão a possibilidade de renegociar suas dívidas atrasadas há mais de ...


Eu sou totalmente contra esses tipos de comentários preconceituosos sobre os indígenas, pois o brasileiro ainda não aprendeu a respeitar essas diferenças, pois meu avo dizia que o o homem branco quanto mais eles estudam, mais eles ficam burro. e isso eu to vendo agora com esses tipos de comentário de alguns, eu só tenho a lamentar dessas pessoas que fazem esses tipos opnião.
 
Elivelto Souza em 09/07/2013 14:01:58
Nossa, que jornalista preconceituoso, fascista, só sabe falar mal de tudo e todos....tomara que depois dessa o jornal aprenda contratar gente qualificada !
 
Priscila Anzoategui em 09/07/2013 12:37:48
Eu apoio Walter Navarro. Vergonha e racismo é o que o governo faz com a população quando gasta milhões para sustentar uma etnia que em sua maioria é vagabunda, em sustentar a Funai
 
ricardo rodrigues em 09/07/2013 09:05:04
Quanta babaquice, lí o texto e o achei divertido e bem-humorado, essa onda de só se "falar" e "escrever" o que é politicamente correto tá me enchendo o saco, vamos encarar a vida com mais humor e verão que tudo fica mais fácil e divertido.
 
Mathias Hanns em 09/07/2013 08:38:26
imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions