A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Quinta-feira, 14 de Dezembro de 2017

09/12/2011 11:16

Neste ano, Capital registra 84 crimes violentos a mais do que em 2010

Fernando da Mata

Dados da Sejusp mostram que, de janeiro a setembro, foram 3.883 ocorrências, contra as 3.799 registradas no mesmo período de 2010

Mulher morta pelo amante no dia 8 de outubro bateu o carro após ser atingida por tiro (Foto: Wendell Reis)Mulher morta pelo amante no dia 8 de outubro bateu o carro após ser atingida por tiro (Foto: Wendell Reis)

Campo Grande registrou 105 assassinatos este ano, segundo levantamento da promotoria do Tribunal do Júri. Os dados da promotoria de Justiça apontam que houve redução no número de casos com relação ao mesmo período do ano passado, que foi de aproximadamente 120.

Os homicídios dolosos compõem o grupo de crimes considerados violentos. Dados da Sejusp (Secretaria Estadual de Justiça e Segurança Pública) mostram que, de janeiro a setembro deste ano, foram registrados 3.883 ocorrências violentas na capital sul-mato-grossense.

Além dos casos de assassinato nos três trimestres (91), estão no grupo: tentativas de homicídio (120), roubos (3.450), assaltos com tentativa de assassinato (5), estupros (198) e tentativas de estupro (19).

De janeiro a setembro de 2010, de acordo com a Sejusp, o total de ocorrências violentas chegou a 3.799, menor que as registradas nos três primeiros trimestres deste ano.

No período, foram constatados 91 assassinatos, 135 tentativas de homicídio, 3.358 roubos, cinco roubos seguidos de morte e três assaltos com tentativas de homicídio. Com relação aos estupros, foram 188 casos consumados, 13 tentativas e cinco tentativas com pessoas vulneráveis.

Homicídios - Um caso de assassinato que chamou a atenção este ano foi o que aconteceu no dia 8 de outubro. Na ocasião, a vendedora Rosana Camargo de Assis, de 29 anos, foi morta com um tiro nas costas pelo amante em frente ao antigo terminal rodoviário, na rua Dom Aquino, Centro de Campo Grande.

A vítima dirigia um Toyota Corolla quando perdeu o controle do veículo e bateu no muro do pelotão da Polícia Militar, instalado na antiga rodoviária. O suspeito José Alberto dos Santos Souza, 72 anos, estava no banco de trás e, ao sair do veículo, tentou esconder a arma na cintura, um revólver calibre 38, mas foi rendido pelos PMs.

Segundo uma testemunha que passava no local, antes da colisão, o casal discutia dentro do carro quando estavam parados no semáforo. Rosana já havia registrado boletim de ocorrência contra o amante no dia 25 de agosto por ameaça. Após o crime, Souza foi preso.

Tentativas de homicídio - Na noite do último domingo (4), o policial rodoviário federal Sergio Demisque Siqueira, 55 anos, levou um tiro no peito após uma briga de trânsito na avenida Marechal Deodoro, região sul de Campo Grande.

Segundo boletim de ocorrência, o policial conduzia uma caminhonete GM D-10 pela avenida quando um casal, que estava em um veículo Volkswagen Golf, fez sinal para que Siqueira parasse.

Em seguida, os dois condutores desceram e passaram a discutir e o policial foi baleado ao retornar para a caminhonete. O condutor do Golf fugiu após o crime. Demisque está internado no hospital El Kadri.

Estupros - Um dos casos de estupro de grande repercussão foi o da acadêmica de Química da UFMS (Universidade Federal de Mato Grosso do Sul), violentada dentro do campus da instituição no dia 11 de abril.

Na ocasião, a vítima seguia pela ponte, próxima ao teatro Glauce Rocha, quando o suspeito, Robson Vander Lan, a rendeu. A acadêmica foi obrigada a tirar toda a roupa e Robson abaixou a cueca e a bermuda. Houve a relação sexual.

A estudante foi socorrida por um casal que passava pelo local. Robson fugiu e foi preso um dia após o crime no bairro Tiradentes.

Outro caso, mais recente, é de um funileiro de 42 anos suspeito de estuprar a própria filha, de 17 anos. Preso no dia 25 de outubro, o suspeito confessou que mantinha relações sexuais com a adolescente desde quando ela tinha 11 anos.

Segundo a Polícia Civil, a adolescente disse que ficou grávida aos 15 anos e que a criança é filha do “avô”. Exames feitos a pedido da Polícia apontam que a adolescente está grávida do segundo filho.

Mega-Sena acumula e prêmio no sábado pode chegar a R$ 39 milhões
A Mega-Sena mais uma vez ficou sem vencer na noite desta quarta-feira (13) e, assim, acumulou. O prêmio pode subir para R$ 39 milhões no sorteio do p...
Chuva intensa de meteoros terá pico na madrugada de quinta-feira
A chuva de meteoros Geminídeos – uma das mais intensas e brilhantes do ano – vai ocorrer durante a noite de hoje (13) e a madrugada de amanhã (14) e ...
STF tem maioria a favor de delação negociada pela Polícia Federal
O Supremo Tribunal Federal (STF) formou hoje (13) maioria para manter a autorização legal para que a Polícia Federal (PF) possa negociar delações pre...


imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions