A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Domingo, 21 de Janeiro de 2018

19/06/2009 09:45

No Pantanal, moradores relataram susto e novo tremor

Redação

No local apontado como epicentro do terremoto registrado na última segunda-feira em Mato Grosso do Sul, a PMA (Polícia Militar Ambiental) ouviu relatos dos moradores e não detectou nenhuma alteração no terreno.

O terremoto atingiu 4,6 graus na escala Ritcher, sendo o epicentro identificado na região Norte do Pantanal, próximo à fazenda Rancharia, a 190 km de Corumbá.

Partindo de Coxim, é necessário viajar por 8 horas para chegar à propriedade rural.

De acordo com o comandante da PMA de Coxim, major César Freitas Duarte, os moradores relataram o susto de ver os objetos chacoalhando, além de sentir que a terra estava tremendo.

O proprietário da fazenda, Luciano Leite de Barros, informou que por volta das 18h30 da segunda-feira percebeu um grande tremor dentro de casa. Nenhum imóvel foi danificado.

De acordo com o major, os moradores contaram que na terça-feira de manhã sentiram um novo tremor, desta vez, com menor intensidade.

Conforme o chefe do Observatório Sismológico da UnB (Universidade de Brasília), George Sandi França, o tremor de menor intensidade após um abalo sísmico mais forte é considerado "bom sinal". Ele explica que a energia é liberada, evitando que se acumule para ser liberada de forma mais forte.

De acordo com ele, somente um estudo na área pode identificar o que motivou o tremor. Ele relata que os custos dificultam pesquisas, contudo, universidades do Estado devem desenvolver um projeto.

O terremoto foi sentido em Rio Negro, São Gabriel do Oeste, Campo Grande, Miranda, Aquidauana, Rochedo, Corumbá, Coxim e Rio Verde.

Segundo Nilo Peçanha Coelho Filho, da direção técnica do Cointa (Consórcio Intermunicipal para o Desenvolvimento Sustentável da Bacia Hidrográfica do Taquari), tremores não chegam a ser novidade na região de Coxim.

Segundo ele, a Embrapa em parceria com a USP (Universidade de São Paulo), já identificaram que o Pantanal é atingido pelo deslocamento da Cordilheira dos Andes, enquanto ela levanta, o Pantanal afunda.

Em 1964, também na mesma região do Pantanal, um terremoto atingiu 5,4 graus na escala Richter.

Especialista diz que doenças vasculares aumentam em até 30% no verão
Dados da Sociedade Brasileira de Angiologia e de Cirurgia Vascular, seção Rio de Janeiro (SBACV-RJ), indicam que as altas temperaturas, comuns da épo...
Com 817 processos, Justiça retoma julgamentos nesta segunda em MS
O TJMS (Tribunal de Justiça de Mato Grosso do Sul) retoma nesta segunda-feira (22) as sessões de julgamento dos órgãos colegiados da Corte. Somente n...
Prazos processuais voltam a correr a partir de amanhã no judiciário de MS
O TJMS (Tribunal de Justiça de Mato Grosso do Sul) alerta que os prazos processuais voltam a fluir normalmente a partir desta segunda-feira (22) no j...
imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions