A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Quarta-feira, 13 de Dezembro de 2017

12/04/2010 12:29

"Olho Vivo" em semáforos vai custar R$ 34 milhões

Redação

A locação de equipamentos "Olho Vivo", que serão instalados em semáforos de Campo Grande, vai custar R$ 34,7 milhões. O contrato com a empresa EIT (Empresa Industrial Técnica), válido por quatro anos, foi publicado hoje no Diário Oficial do município.

Com a instalação de equipamento registrador de infrações de trânsito, a Agetran (Agência Municipal de Transporte e Trânsito) pretende coibir práticas rotineiras dos condutores: avanço do sinal vermelho, parar sobre a faixa de pedestre, excesso de velocidade e conversão à esquerda. "Daqui a algum tempo, vamos poder expandir a atuação e flagrar as pessoas sem capacete", afirma o diretor-presidente da Agetran, Rudel Trindade. A falta de capacete é considerada infração gravíssima pelo Código de Trânsito.

Inicialmente, os equipamentos serão instalados em seis semáforos: dois na avenida Afonso Pena, em frente ao Shopping Campo Grande, dois na avenida Gury Marques, em frente à nova rodoviária, e dois em frente ao CCI (Centro de Convivência do Idoso) Vovó Ziza. "Queremos reduzir os acidentes com atropelamento", enfatiza. Na região do shopping, duas pessoas morreram vítima de atropelamento em 2010.

Segundo Rudel Trindade, numa segunda etapa, a Agetran pretende ampliar a instalação dos equipamentos para a avenida Marechal Deodoro e nas saídas dos terminais do transporte coletivo. "Acontece muito acidente porque as pessoas não obedecem à sinalização".

A primeira etapa deve entrar em funcionamento dentro de 60 dias. "Com a publicação, é emitida a ordem ser serviço e a empresa começa a instalação, que deve durar três semanas".

O condutor que for flagrado pelo "Olho Vivo" vai receber a foto e a multa relativas à infração em casa. O equipamento não funcionará durante a madrugada. Contudo, o horário específico de funcionamento ainda será divulgado. O equipamento já funcionou em outros anos na Capital. Segundo Rudel, a licitação teve início em 2003.

Câmara Federal regulamenta carreira dos agentes comunitários de saúde
Com a presença de agentes comunitários nas galerias da Câmara, os deputados federais concluíram hoje (12) a votação do projeto de lei que regulamenta...
Anvisa libera serviço de vacinação em farmácias de todo o país
Farmácias e drogarias de todo o país vão poder oferecer o serviço de vacinação a clientes. A possibilidade foi garantida em resolução aprovada hoje (...
imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions