A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Segunda-feira, 11 de Dezembro de 2017

11/01/2016 18:16

Organizador de concurso some, após misses denunciarem golpe à polícia

Alan Diógenes
Karen venceu o concurso Miss MS Universo 2012, que aconteceu no Centro de Convenções Rubens Gil de Camilo, em Campo Grande. (Foto: Arquivo Pessoal)Karen venceu o concurso Miss MS Universo 2012, que aconteceu no Centro de Convenções Rubens Gil de Camilo, em Campo Grande. (Foto: Arquivo Pessoal)
Na página do evento, no Facebook, aparece evento adiado e onde público pode trocar ingressos. (Foto: Reprodução/Facebook)Na página do evento, no Facebook, aparece evento adiado e onde público pode trocar ingressos. (Foto: Reprodução/Facebook)

Após candidatas do concurso Miss Beleza Negra Brasil, adiado várias vezes, irem à polícia registrar boletim de ocorrência contra a organização, várias delas foram excluídas do Facebook, onde mantinham contato com o organizador do evento. A informação foi repassada pela família da advogada sul-mato-grossense Karen Recalde, 25 anos, que participaria da competição no Rio de Janeiro.

Segundo a família, o organizador apontado como Ricardo Madruga, que convidou as participantes para o concurso pelo Facebook, desapareceu. A irmã e assessora de Karen, a professora Keylla Recalde, 30, disse que até mesmo fotos do evento foram excluídas da página do concurso.

“As meninas registraram a queixa e uma investigação do caso será feita pela Polícia Civil do Rio de Janeiro. Só depois para sabermos o que vai acontecer”, destacou Keylla.

Ontem (10), foi postado na página Miss Beleza Negra Brasil, no Facebook, uma imagem de evento adiado. A publicação foi feita exatamente no dia em que o concurso aconteceria e gerou revolta. Pessoas que iriam assistir fizeram comentários perguntando onde os ingressos poderiam ser trocados.

Outra publicação na página diz: “A retirada de uma das cotas, por conta de contratempos da atual crise, melindrou as estratégias e encaminharam, para um fim seguro de todos os envolvidos, a produção ao adiamento do desfile da grande final. Estamos atentos ao público que já adquiriram ingressos que a produção está a disposição para esclarecimentos e ações cabíveis. Em breve entraremos em contato para mais informações dos desdobramentos do projeto”.

Esta postagem gerou revolta no público e ainda mais ainda nas participantes, que decidiram procurar a polícia. Alguns comentários dizem: “Fraude”, “Tremenda palhaçada”, “Brasil, terra de trambiqueiros”, “Eu acho uma falta de organização total”.

Em seguida, o cantor Xande de Pilares, que faria um show no evento, marcou a página do concurso pedindo desculpas aos fãs: “Nós, da equipe Xande de Pilares, aguardamos novas informações da direção do evento para que possamos informar a todos sobre uma nova data”.

Nesta segunda-feira, a organização fez a última postagem. A imagem diz que os ingressos adquiridos podem ser trocados nos postos de venda.

Segundo a irmã, Karen está em Ipanema, onde a família alugou um apartamento. Outras candidatas, conforme ela, passam por uma situação difícil porque não tem condições de irem embora.

“Estamos nos sentindo tristes e lesados, pois compramos nossas passagens para mês de dezembro e locamos imóvel para a data, então eles adiaram para janeiro, todos nós, assim como ela, pagamos multa e remarcamos as passagens, porém estávamos ansiosos para o concurso. Saber que ela está passando maus bocados nos deixou com muita raiva”, salientou Keylla.

Ela disse ainda que desde o começo a família já estava desconfiada da organização do evento. “Desde o início a postura do organizador deixou a desejar, não respondendo as perguntas com clareza e coerência, não passando informações que se solicitava entre outros, mas a inscrição ja havia sido feita e então o melhor que tínhamos a fazer era ter paciência. Mesmo notando total falta de profissionalismo e organização, decidimos seguir em frente. Deu no que deu”, finalizou.



imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions