A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Terça-feira, 12 de Dezembro de 2017

12/01/2010 07:49

Para se inocentar, homem que matou esposa forja agressão

Redação

Na tentativa de conseguir qualificação de legítima defesa, o campeiro Cosme de Souza Oliveira, de 32 anos, chegou a fazer cortes nas pernas e braços para forjar que a esposa Rosa Silva dos Santos, de 36 anos, o teria agredido.

Cosme foi preso na noite de domingo, em Miranda, dois dias após assassinar Rosa a golpes de machado. Ele confessou que deu três golpes na cabeça dela e disse que haviam discutido por motivos banais, que não detalhou.

Porém, há informação de que Rosa teria saído em defesa da filha, de 12 anos, porque Cosme teria tentado abusar da menina. Em outubro já havia sido registrado boletim de ocorrência contra ele por tentativa de abuso, contra a mesma garota.

Cosme nega que tenha tentado estuprar a criança. O delegado de Miranda, João Reis Belo, afirma que pretende ouvir a menina novamente. "Ela disse que ele tapou a boca dela, mas não soube explicar com qual intenção fez isso", afirma.

Após matar Rosa, Cosme fugiu e se embrenhou em um matagal. Ele chegou a tomar herbicida e a injetar uma pequena quantidade de veneno em um dos braços, por isso precisou ser levado duas vezes ao hospital.

A Polícia pretende ouvir outras pessoas que moram na região da Chácara Recreio, onde vivia o casal com duas filhas de Rosa, de relacionamento anterior, e um filho pequeno do casal. Porém, o fato de haver muitos parentes entre as possíveis testemunhas pode dificultar as investigações.

O inquérito deve ser concluído em 10 dias e encaminhado ao Ministério Público, que pode oferecer denúncia contra Cosme.

imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions