A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Sexta-feira, 15 de Dezembro de 2017

01/03/2010 16:08

Perito atribui alagamentos a novos loteamentos no Parque

Redação

Os constantes alagamentos em uma das áreas mais nobres de Campo Grande, em frente ao shopping e nos bairros de classe alta, podem estar ocorrendo em decorrência de novos loteamentos no Parque dos Poderes.

Esta é suspeita do perito Eduardo Aleixo, do Instituto Brasileiro de Perícias de Engenharia, que acompanha a elaboração do laudo a ser feito pelo Crea/MS (Conselho Regional de Engenharia, Arquitetura e Agronomia de Mato Grosso do Sul) no Condomínio Cachoeirinha e rua Ricardo Brandão, parcialmente destruídas durante tempestade de domingo.

Nesta tarde, o que restou da área social, que compreende a churrasqueira do residencial, foi demolida.

Aleixo lembrou que existem muitos loteamentos novos no Parque dos Poderes, onde fica a reserva do Parque do Prosa. Com a ocupação desordenada da região, desmatamentos, perda da mata de contenção das chuvas e impermeabilização do solo, a quantidade de água que desemboca nos córregos Sóter e Prosa aumentou, o que voltou a causar os alagamentos na região.

Sobre as obras realizadas pela prefeitura nos últimos anos, que deveriam conter as enchentes, o engenheiro explicou que as obras devem ser feitas com base na média histórica dos últimos anos. "Não se pode prever o excesso de chuvas para elaborar uma obra porque senão o custo poderá ser muito elevado', justificou.

O presidente do Crea/MS, Jary Carvalho, afirmou que o laudo deverá ser concluído o mais breve possível, mas não estipulou prazo para a conclusão dos trabalhos. O relatório será encaminhado ao prefeito, ao Ministério Público, a Natilus (empresa que vem realizando os trabalhos de contenção da erosão) e outros órgãos.

O conselho vai se basear nas regras da ABNT (Associação Brasileira de Normas Técnicas) para analisar as condições do local, como se houve falta de manutenção, má execução das obras ou excesso de chuvas mesmo.

O secretário municipal de Infraestrutura, João Antônio De Marco, também acompanhou a vistoria da equipe de engenheiros do Crea/MS. Carvalho já disse que pretende discutir as regras atuais da Lei do Uso e Ocupação do Solo.

De Marco destacou que o Plano Diretor será revisto e o Plano Diretor de Drenagem, que só teve uma fase concluída, também será debatido com a sociedade.

Autorização para psicólogos aplicarem terapia de reorientação sexual é mantida
O juiz Waldemar Cláudio de Carvalho, da 14ª Vara Federal de Brasília, decidiu hoje (15) tornar definitiva a decisão liminar (provisória) que havia pr...
Clientes de banco podem renegociar dívidas no "Caminhão do Quita Fácil"
A partir de segunda-feira (18), clientes das agências da Caixa de Campo Grande terão a possibilidade de renegociar suas dívidas atrasadas há mais de ...
Acordo entre poupadores e bancos vai beneficiar 30% dos que entraram na Justiça
Das 10 milhões de pessoas que entraram na Justiça por perdas no rendimento de cadernetas de poupança, apenas cerca de 3 milhões serão beneficiadas, s...
imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions