A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Domingo, 19 de Agosto de 2018

28/05/2010 07:51

Pistoleiros em MS denunciam diretor da federação do MT

Redação

O superintendente da Fiemt (Federação das Indústrias de Mato Grosso), Francisco Serafim de Barros, foi preso na tarde de ontem em Cuiabá (MT), a partir da prisão de pistoleiros flagrados em Mato Grosso do Sul, que apontaram ao Garras (Grupo Armado de Repressão e Resgate a Assaltos e Sequestros) o nome de Francisco.

Ele deverá ser trazido a Campo Grande, para continuidade das investigações. O caso corre em segredo de justiça, portanto, informações relacionadas à apuração são mantidos em sigilo.

Matéria publicada pelo jornal mato-grossense O Documento revela que o mandado de prisão expedido pela Justiça de Mato Grosso do Sul foi cumprido em Cuiabá pelo delegado Luciano Inácio, do GCCO (Grupo de Combate ao Crime Organizado).

A prisão de Francisco Serafim Barros ocorreu na sede da federação, em Cuiabá. No momento da chegada dos policiais ao prédio, houve grande tumulto e correria de servidores.

O delegado Luciano Inácio da Silva confirmou que a prisão de Francisco Serafim de Barros foi originada após a detenção de dois pistoleiros em barreira policial na cidade de Bandeirantes. Os pistoleiros estão presos há pelo menos um mês.

Os bandidos revelaram a polícia que iriam assassinar Fábio Leão de Barros, filho do diririgente da Fiemt. Ou seja, o pai supostamente havia contratado pistoleiros para executar o próprio filho devido desentendimentos por causa de um prêmio de loteria.

Em 2006, Fábio ganhou um prêmio de R$ 26 milhões na loteria.

imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions