A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Sexta-feira, 15 de Dezembro de 2017

25/04/2010 15:55

Policial atira contra própria perna em briga em boate

Redação

Nesta madrugada, por volta das 3h, durante uma briga na Boate Cabaret, o policial civil Anderson Oliveira da Silva, de 31 anos, lotado no 7º DP (Distrito Policial), acabou desferindo um tiro contra a coxa direita e foi encaminhado à Santa Casa, de acordo com informações policiais. A boate fica na avenida Mato Grosso, bairro Santa Fé, em Campo Grande

Anderson estava no local em companhia do também policial Edivaldo Quevedo da Fonseca, de 30 anos, lotado no 1º DP. Conforme informações de testemunhas à Polícia, os dois policiais se desentenderam com os seguranças da boate, por causa de uma conta de R$ 190, que Anderson teria se recusado a pagar.

Durante a discussão com os seguranças, Anderson teria sacado de uma pistola .40, arma funcional registrada na Sejusp (Secretaria de Estado de Justiça e Segurança Pública), mas acabou acertando um tiro em sua própria perna.

Policiais militares que atenderam a ocorrência na Boate Cabaret não conseguiram encontrar no local a cápsula deflagrada. O caso está sob responsabilidade da Depac (Delegacia de Pronto Atendimento Comunitário).

Confusão - Na madrugada de quarta-feira (21), o policial civil Edivaldo Quevedo da Fonseca já havia se envolvido em briga generalizada ocorrida em um bar na região central de Campo Grande. Durante a confusão, ele teria disparado um tiro no lugar, usando uma pistola .40, que foi apreendida ao fim da confusão.

Segundo a delegada plantonista da Depac, Marilia de Brito Martins, a PM (Polícia Militar) foi acionada porque uma pessoa havia feito um disparo no Trius Bar, localizado na rua 14 de Julho.

Os policiais militares foram ao local e o civil se identificou. Ele foi levado à Depac, onde prestou depoimento.

Clientes de banco podem renegociar dívidas no "Caminhão do Quita Fácil"
A partir de segunda-feira (18), clientes das agências da Caixa de Campo Grande terão a possibilidade de renegociar suas dívidas atrasadas há mais de ...
Acordo entre poupadores e bancos vai beneficiar 30% dos que entraram na Justiça
Das 10 milhões de pessoas que entraram na Justiça por perdas no rendimento de cadernetas de poupança, apenas cerca de 3 milhões serão beneficiadas, s...
imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions