A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Domingo, 17 de Dezembro de 2017

06/02/2009 14:42

Procon registra no Estado 48 reclamações contra SAC

Redação

Somente este ano, o Procon registrou em Mato Grosso do Sul 48 reclamações de consumidores contra empresas que não respeitam as novas regras para o SAC (Serviço de Atendimento ao Consumidor). A metade das queixas é referente a serviços essenciais como água, energia elétrica, telefonia e transporte.

O superintendente do Procon no Estado, Lamartine Santos Ribeiro, ressalta que para denunciar as irregularidades as pessoas não precisam ir à sede do Procon, basta ligar no telefone 151.

As normas valem para serviços públicos regulados pelo governo federal, como energia elétrica, telefonia, telecomunicações, planos de saúde, bancos e transporte terrestre e aéreo.

A principal mudança é que o cliente não poderá esperar mais que um minuto para falar com o atendente. Com a entrada em vigor do Decreto 6.523/08, em 1º de dezembro do ano passado, ao ligar para um SAC, o consumidor deve ter a opção no primeiro menu eletrônico e em todas as suas subdivisões, de falar diretamente com o atendente, sem ter que fornecer seus dados antes.

O serviço deve funcionar todos os dias durante 24 horas. O pedido de cancelamento de um serviço deve ser registrado imediatamente e os efeitos do cancelamento também devem ser imediatos.

Desde maio de 2007 até este mês, o Procon/MS registrou 136 reclamações em relação ao SAC. Desse total, 96 queixas foram referentes ao acesso ao serviço e 23 em relação ao cancelamento de serviços.

O setor de serviços essenciais apresentou o maior número de reclamações, com 63% do total, seguido pela área financeira, que engloba bancos, cartões de crédito, cartão de loja, financeira, seguro e outros contratos.

imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions