A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Sexta-feira, 15 de Dezembro de 2017

05/04/2010 10:11

Promotoria investiga conflito entre conselhos tutelares

Redação

O Promotor de Justiça Paulo Henrique Camargo Iunes instaurou procedimento para apurar conflito entre os Conselhos Tutelares Norte e Sul da Capital. O prazo para conclusão das investigações é de 90 dias.

O problema veio a tona em fevereiro deste ano quando um adolescente, de outra cidade do Estado, foi encontrado na rodoviária da capital, região abrangida pelo Conselho Tutelar Sul.

O Conselho Tutelar Sul informou ao Ministério Público Estadual que, devido ao grande número de atendimentos que realizava no dia do ocorrido, solicitou ao Conselho Tutelar Norte que realizasse o atendimento ao adolescente, que foi recusado porque o conselheiro alegou que a área era de abrangência do outro conselho.

Porém, o Conselho Tutelar Sul alegou que as atribuições de cada conselho tutelar estão divididas de acordo com a região onde mora o menor e uma vez que o adolescente não era da cidade, qualquer um dos Conselhos Tutelares (Norte ou Sul) poderia prestar atendimento ao adolescente.

Recentemente a 46ª Promotoria também instaurou procedimento para investigar se houve falha do Conselho Tutelar no caso da menina Rafaela, de 3 anos, que morreu no dia 28 de fevereiro, após ser vítima de espancamento.

Funcionários dos dois conselhos serão ouvidos e o procedimento de investigação deve ser concluído em 90 dias. Foi confirmado que moradores vizinhos já haviam acionado os conselheiros que, inclusive, confirmaram que acompanhavam a criança e que constataram sinais de que ela era agredida.

Autorização para psicólogos aplicarem terapia de reorientação sexual é mantida
O juiz Waldemar Cláudio de Carvalho, da 14ª Vara Federal de Brasília, decidiu hoje (15) tornar definitiva a decisão liminar (provisória) que havia pr...
Clientes de banco podem renegociar dívidas no "Caminhão do Quita Fácil"
A partir de segunda-feira (18), clientes das agências da Caixa de Campo Grande terão a possibilidade de renegociar suas dívidas atrasadas há mais de ...
Acordo entre poupadores e bancos vai beneficiar 30% dos que entraram na Justiça
Das 10 milhões de pessoas que entraram na Justiça por perdas no rendimento de cadernetas de poupança, apenas cerca de 3 milhões serão beneficiadas, s...
imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions