A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Sexta-feira, 15 de Dezembro de 2017

01/03/2010 07:13

Região próxima a cratera tem trânsito lento e intenso

Redação

Lentidão e um fluxo de veículos intenso marcam este início de segunda-feira na região da cidade que está entre uma das mais afetadas pelo temporal de sábado, próximo à avenida Ceará e a Ricardo Brandão, ambas interditadas após a destruição pela chuva.

Por causa do fluxo maior, a rua Dona Ambrosina, uma via estreita que passou a ser o principal acesso para que chegar à saída de Três Lagoas e de São Paulo, vai receber um novo semáforo no cruzamento com a 15 de novembro.

A informação foi dada nesta manhã pelo diretor-presidente da Agetran (Agência Municipal de Transporte e Trânsito), Rudel Trindade Jr. que foi até o local para conceder entrevista a uma emissora de tv. Rudel explicou que assim que for colocado o novo semáforo, ele será sincronizado com o que já existe no cruzamento da Dona Ambrosina com a Ricardo Brandão, para melhorar o tráfego.

Rudel alertou que aos motoristas que vão precisar de "paciência renovada" para enfrentar o trânsito na região, após os estragos de sábado. Segundo ele, a lentidão fica ainda pior por conta da curiosidade das pessoas, que passam no local devagar e até param para tirar fotos.

O diretor-presidente da Agetran informou que na cidade há 12 pontos de alerta, por causa dos estragos da chuva, mas que as interdições se restringem à Ceará, que está fechada desde dezembro, à Ricardo Brandão, destruída no sábado, e à rua Rio Negro, paralela à avenida Mascarenhas de Moraes, no bairro Monte Castelo.

O ponto que mais preocupa é na Ricardo Brandão, porque fica próximo à universidade Uniderp/Anhanguera. Conforme o diretor-presidente da Agetran, para dar acesso a um dos estacionamentos da universidade, o canteiro vai ser quebrado em parte.

Impressionante - Quem viu pela primeira vez o estrago feito pela chuva na região, se impressionou nesta manhã. "Dá tristeza", definiu o trabalhador Valtes Freitas, que atua nas obras.

A estudante de Medicina Raysa Schin, 17 anos, que andava a pé pelo local, se mostrou surpresa com o que viu. "

Clientes de banco podem renegociar dívidas no "Caminhão do Quita Fácil"
A partir de segunda-feira (18), clientes das agências da Caixa de Campo Grande terão a possibilidade de renegociar suas dívidas atrasadas há mais de ...
Acordo entre poupadores e bancos vai beneficiar 30% dos que entraram na Justiça
Das 10 milhões de pessoas que entraram na Justiça por perdas no rendimento de cadernetas de poupança, apenas cerca de 3 milhões serão beneficiadas, s...
imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions