A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Sexta-feira, 15 de Dezembro de 2017

29/03/2010 08:51

Sindicância vai apurar tiroteio envolvendo PM da Cigcoe

Redação

A Polícia Militar informou que vai instaurar sindicância para apurar as circunstâncias em que ocorreu tiroteio no assentamento Eldorado, em Sidrolândia, em que duas pessoas foram mortas e o policial Genuwilson Teles Gomes, 35 anos, cabo do Cigcoe (Companhia de Gerenciamento de Crises e Operações Especiais), ficou ferido.

No sábado o policial estava em um pesqueiro quando mandou um funcionário do local buscar uma pinga em um bar no assentamento.

Depois da compra foi negado troco de R$ 4,00, que teria motivado o tiroteio. Quando foi ao local cobrar o troco, o policial teria sido recebido a tiros.

O filho do dono do bar Cristiano Pereira de Oliveira, de 23 anos e o amigo do policial Jorge Luiz Cardoso Junior, 30 anos, morreram.

O dono do bar teria deixado o filho, já morto, na porta de um hospital e fugiu. No boletim de ocorrências, a informação é de que foram apreendidas três armas (um revólver 38, uma carabina e uma espingarda). Há a informação, também, de que apesar de os policiais do Cigcoe que acompanharam a ocorrência terem sido informados sobre a necessidade de entrega da arma do cabo Teles, uma pistola modelo PT 100, houve demora para que isso fosse feito. Depois de o boletim já estar concluído, foi entregue uma arma desse modelo por integrantes da Cigcoe à Polícia Civil.

Genuwilson foi trazido para a Santa Casa, passou por uma laparotomia

imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions