ACOMPANHE-NOS    
SETEMBRO, DOMINGO  27    CAMPO GRANDE 27º

Cidades

STJ nega liberdade a acusado de mandar assaltar prefeito

Por Redação | 04/09/2009 12:23

O STJ (Superior Tribunal de Justiça) negou pedido de liminar para soltar o empresário Moacir Zanuncio dos Santos, 49 anos, acusado de ser o mandante do assalto ao prefeito Nelsinho Trad (PMDB). O habeas corpus foi negado presidente da corte, ministro César Asfor Rocha, no dia 7 de agosto deste ano.

Agora, o relator do pedido será o ministro Celso Limongi, desembargador convocado do Tribunal de Justiça de São Paulo. O pedido de Santos foi feito pelo advogado William Márcio Toffoli.

Moacir Zanuncio dos Santos, proprietário de uma livraria numa escola particular tradicional da Capital, foi denunciado pelo assalto a Nelsinho Trad no dia 5 de maio deste ano. Ele também é acusado de ter mandado roubar o filho do prefeito, Nelson Trad Neto.

Outros presos - Além de Santos, estão presos pelo assalto Anderson Ferreira dos Santos (Penitenciária de Segurança Máxima) e Silvio Cezar Gonçalves Dutra e Paulo Henrique (Presídio de Trânsito).

O estudante Deivison Silva Trajano foi o único preso em maio que obteve habeas corpus e está em liberdade. Outros dois, Marcos Ferreira Carvalho e Marcos Roberto Marques estão foragidos e foram citados por edital.

Regras de comentário