A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Quinta-feira, 14 de Dezembro de 2017

06/10/2010 15:55

UEMS terá neste ano 700 vagas para negros e índios

Redação

A UEMS (Universidade Estadual de Mato Grosso dó Sul) divulgou o número de vagas para interessados em entrar na faculdade beneficiado pela lei de cotas para negros e índios.

São 700 vagas para ingresso em 2011, por meio do SiSU (Sistema de Seleção Unificada).

Hoje, 30% das vagas são destinadas à política de ações afirmativa: 20% para negros e 10% para indígenas. Para a entrada no próximo ano, são 470 para negros e 235 para índios, que comprovarem a origem.

Para ser atendido, primeiro é necessário classificação no Enem. Depois, os aprovados terão que passar por uma entrevista presencial antes de realizarem a matrícula.

"O candidato será avaliado por uma banca de validação de cotas que verificará traços fenotípicos que caracterizem o candidato como negro", explica a assessoria da UEMS.

A avaliação dos candidatos a vagas para negros será feita por banca composta por três membros: um representante dos professores, um dos técnicos administrativos e um integrante de movimento social que trabalhe com questões étnico-raciais e afro-descendentes.

No caso dos índios, só é exigida a apresentação da cédula de identidade indígena, expedida pela Funai (Fundação Nacional do Índio).

Governo altera datas de teste físico de concurso da Polícia Civil
Foram alteradas as datas para realização da avaliação de aptidão física dos candidatos que continuam a participar do conurso público para escrivão e ...
Mega-Sena acumula e prêmio no sábado pode chegar a R$ 39 milhões
A Mega-Sena mais uma vez ficou sem vencer na noite desta quarta-feira (13) e, assim, acumulou. O prêmio pode subir para R$ 39 milhões no sorteio do p...
imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions