A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Segunda-feira, 27 de Fevereiro de 2017


  • Ampla Visão
  • Ampla Visão

    com Manoel Afonso


03/12/2010 10:24

Amplavisão

Manoel Afonso

DOURADOS Com as renúncias de Artuzi, Carlinhos e Sidlei vêm aí as eleições. Teremos pretendentes com chances e outros apenas para semear dificuldades visando colher algum tipo de vantagem. É assim que funciona.

O QUADRO atual favorece Murilo. A opinião pública parece querer reparar aquela injustiça cometida no último pleito municipal. Aliás, essa tendência compensatória já ficou clara na candidatura dele ao Senado. Não é?

PERGUNTA-SE: essa eleição de Dourados estará atrelada ao pleito de 2012 ou visa efetivamente resolver apenas a questão administrativa? Aí o dedo de André deve ser decisivo para premiar seu vice e acalmar peemedebistas.

O QUADRO não é tão complicado. Resende e Marçal não têm unanimidade no PMDB e nem densidade eleitoral absoluta; Tetila está desgastado desde a Operação Owari e a atual prefeita não tem bala na agulha para disputar.

O UNIVERSO douradense é pequeno, sem empresários que desejem entrar na política. A tendência natural é que eles, com os escândalos, queiram distância da política. Aí, inapelavelmente o sucessor de Artuzi terá perfil político.

PORTANTO, Murilo é a bola da vez pelas razões acima. Basta que consiga aglutinar apoios que não despertem a desconfiança da opinião pública, hoje ao seu lado como mostram as pesquisas. Murilo só perderá para ele mesmo!

O DISCURSO está pronto: bastará mostrar os estragos com a eleição de Artuzi e as negociatas que o mantiveram no poder, refém de políticos sacanas. As imagens estão vivas na memória de cada eleitor douradense. Ou não?

SUCESSO O vídeo com a entrevista de Ivonete Martins, explicando o esquema da “farra da publicidade” no Governo Zeca, ainda é um dos campeões de acesso no Youtube. Quem assiste, fica indignado... enojado até.

A PROPÓSITO Não há notícias de ações judiciais, de pessoas tidas como beneficiadas no vídeo, contra a ex-secretária. O felizardo Ralf Marques por exemplo, está quieto num cobiçado cargo da Petrobras. Nada a reclamar, não é?

PENSANDO BEM... Na inspeção do CNJ também afloraram as mágoas, inveja, revanchismo, oportunismo e a tal maldade. Ora! Aqui não é o Morro do Alemão, onde os direitos individuais simplesmente foram ignorados.

CENÁRIOS que atraem a mídia costumam ser perigosos, sem resultados convincentes. Neste episódio do CNJ – é preciso ir devagar com o andor, analisando caso a caso, sem promover ‘paredões’ com base em versões maldosas.

A CHANCE Para o ex-deputado Walter Carneiro, é hora dos políticos douradenses terem juízo, aproveitando essa oportunidade de reabilitação. Mas na prática, a gente sabe como é a postura do bicho-homem pelo poder.

ACREDITE Segundo o vereador Ênio, todos os edis da Câmara de Alcinópolis têm no exercício do mandato de vereador, a atividade econômica principal. Ênio confessa: antes tinha um açougue e fechou para não falir. Sacou?

PERGUNTO: Com apenas 4.570 habitantes, Alcinópolis tem tantos problemas que justifiquem a “dedicação exclusiva” dos 9 vereadores? Essa dedicação ao cargo é compatível com o generoso ganho mensal? De leve...

O CENSO mostra o critério político equivocado na criação do município de Figueirão. “Estranho...muito estranho!”: perdeu 654 habitantes; tem só 2.789 moradores.Quanto custa sua estrutura? E quanto custa sua Câmara?

NO BRASIL, novos municípios representam mais redutos eleitorais para deputados e senadores. Para eles não pesa a questão da viabilidade econômico-social e sim os votos que ganharão com a nova cidade. É o círculo vicioso.

DO LEITOR: “Mais 117 vereadores em MS a partir de 2012. Esse aumento na “representatividade” beneficia o povo em que? Imagine o caso de Dourados que pulará de 12 para 21 vereadores. E seja o que Deus quiser...”

FÁBIO TRAD Animadíssimo, planeja levar a família para Brasília e assim poder desenvolver melhor as atividades parlamentares. Vai morar no apartamento oficial que foi de Ivo Cerzózimo, hoje ocupado pelo Nelson Trad.

SACO SEM FUNDO? André acertou ao lembrar: a arrecadação crescente aumenta automaticamente os valores do duodécimo dos Poderes, que precisam se organizar melhor para gastar só aquilo que têm. Certo?

QUESTÕES: Exército no combate ao tráfico nos morros não desvirtua seu papel? Os soldados estão felizes com essa situação? Têm ganho extra? O risco de contaminação pelo tráfico não pode atingir toda a tropa?

PORTANTO é preciso olhar a espetacularização destas ações nos morros cariocas com outros olhos. Pergunto: pobre não tem direito a inviolabilidade de seu lar? Ora! Lula quer mesmo fechar seu Governo como o todo poderoso.

SARNEY Pelo noticiário, continuará forte no Governo Dilma. Além de ser cortejado pela futura presidenta, manterá intocável sua gorda cota de indicações em ministérios, estatais e afins. “As coisas mudam para ficar como estão”.

As facadas doídas dos cartórios no MS
CARTÓRIOS Herança de Portugal da qual não conseguimos nos livrar. O brasileiro é refém deste sistema que engorda o bolso dos serventuários e o cofre ...
Capital: Câmara sem clima para oposição ao prefeito
‘CRIME E CASTIGO’ O livro do russo Fiódor Dostoiévski é o mais lido na prisão que abriga o ex-deputado Eduardo Cunha (PMDB), com benefício a remição ...
Terceira via – força poderosa ou mera coadjuvante?
PAULO SIUFI Articulado, o deputado estadual, do PMDB, dará tempero aos debates. E não perdeu tempo ao abordar com sutileza e precisão o episódio do j...
Decisão do TJ pode inviabilizar cinemas no Estado
‘PATINHAS’ Deputado federal Carlos Marun (PMDB) voltou à mídia ao gastar R$ 1.242,00 da Câmara Federal na sua festejada ida à Curitiba. Ora! Desgaste...
imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions