ACOMPANHE-NOS    
AGOSTO, SEXTA  07    CAMPO GRANDE 27º

Direto das Ruas

Acadêmicos cobram o pagamento das bolsas de mestrado e doutorado

Alunos foram selecionados para receber valores da Fundect a partir de Julho

Por Aletheya Alves | 08/07/2020 20:27
Bolsas são financiadas pela Fundação de Apoio ao Desenvolvimento do Ensino, Ciência e Tecnologia do Estado de Mato Grosso do Sul. (Foto: Divulgação)
Bolsas são financiadas pela Fundação de Apoio ao Desenvolvimento do Ensino, Ciência e Tecnologia do Estado de Mato Grosso do Sul. (Foto: Divulgação)

Alunos de mestrado e doutorado financiados pela Fundect (Fundação de Apoio ao Desenvolvimento do Ensino, Ciência e Tecnologia do Estado de Mato Grosso do Sul) reclamam sobre a falta de pagamento das bolsas no mês de Julho. Sobre problema, a Fundação informou que existem trâmites burocráticos a serem seguidos.

São 60 alunos de mestrado e 40 de doutorado, selecionados para começar a receber os valores neste mês. Os bolsistas estão matriculados na Universidade Federal de Mato Grosso do Sul, Universidade Estadual de Mato Grosso do Sul, Universidade Católica Dom Bosco e Universidade Federal da Grande Dourados, tanto no interior quanto na Capital.

Preocupado com insumos para pesquisa e pagamento de contas, o representante dos bolsistas, Flávio Faccioni diz que até o momento não receberam previsão do depósito em conta, "a resposta enviada aos alunos é de que a folha de pagamento não foi assinada".

Ele explica que os estudantes não trabalham em outro local, então a bolsa funciona como "salário" de cada um. “Todos nós dependemos deste valor. Quando recebemos a bolsa, precisamos abrir mão de todos os vínculos empregatícios. Estamos preocupados de não recebermos novamente no próximo mês”, diz.

E o pagamento? - Em nota, a assessoria da Fundect que é vinculada à Semagro (Secretaria de Estado de Meio Ambiente, Desenvolvimento Econômico, Produção e Agricultura Família), informou que está se esforçando para realizar o pagamento das bolsas.

"Lembramos também que por tratar-se de uma homologação recente, existem trâmites burocráticos a serem seguidos".

Também foi relatado que após o pagamento da primeira parcela, o número de vagas solicitadas pelos coordenadores dos cursos estarão garantidas. "O bolsista não deixará de receber nenhuma bolsa anteriormente solicitada por seu coordenador. Nossa equipe está à disposição para mais informações por meio do Whatsapp (67) 3316 6700".

Direto das Ruas - A sugestão chegou ao Campo Grande News por meio do canal Direto das Ruas, meio de interação do leitor com a redação. Quem tiver flagrantes, sugestões, notícias, áudios, fotos e vídeos pode colaborar no WhatsApp pelo número (67) 99669-9563. Clique aqui e envie agora uma sugestão.

Para que sua imagem tenha mais qualidade, orientamos que fotos e vídeos devem ser feitos com o celular na posição horizontal.