ACOMPANHE-NOS    
SETEMBRO, SÁBADO  18    CAMPO GRANDE 35º

Direto das Ruas

Após cirurgia no coração, Barba está no CTI e precisa de doação de sangue

Empresário, dono do Rancho do Barba, está em recuperação na Santa Casa após procedimento cirúrgico

Por Ana Paula Chuva | 27/07/2021 14:30
Waldenyr Barboza, em 2014, durante reportagem do Campo Grande News. (Foto: Arquivo)
Waldenyr Barboza, em 2014, durante reportagem do Campo Grande News. (Foto: Arquivo)

Waldeny Barboza, 58 anos, mais conhecido como Barba, está precisando de doações de sangue com urgência. A situação foi divulgada pelo sobrinho, o médico Rotterdam Pereira Guimarães em rede social.

Conforme a postagem de Rotterdam, Barba, o dono do famoso Rancho do Barba na Capital, passou por um procedimento cirurgico ontem (26) "delicado e complexo", precisando ser internado na UTI (Unidade de Terapia Intensiva) em estado grave.

"Ele precisa urgente de sangue. É receptor universal. Vamos ser solidários e doar sangue. Aproveitando a oportunidade vamos orar por ele, para que se recupere logo e fique bem.", diz parte do texto.

Barba está internado na Santa Casa na Capital e os interessados em ajudar podem ir até o Hemosul (Hemocentro Coordenador) localizado na Avenida Fernando Correa da Cota, 1304. São aceitas doações de qualquer tipagem sanguínea em nome de Waldeny Barboza.

Ao Campo Grande News, a Santa Casa informou que Barba deu entrada no dia 20 de julho  e foi constatada uma dupla lesão aórtica com necessidade de troca de válvula. O procedimento cirúrgico ontem e segue no CTI (Centro de Terapia Intensiva) em recuperação, no entanto foram usadas muitas bolsas de sangue durante a cirurgia e as doações são para repor o estoque.

Para doar é necessário ter documento oficial com foto, se alimentar bem antes de doar, possuir mais de 55 kg, e ter idade entre 16 e 69 anos. A doação pode ser feita das 7h às 17h. Em razão da pandemia de covid-19, as doações também podem ser agendadas pelos telefones (67) 3312-1516, 3312-1529 e no WhatsApp (67) 99295-6316.

Nos siga no Google Notícias
Regras de comentário