ACOMPANHE-NOS    
AGOSTO, SEGUNDA  03    CAMPO GRANDE 20º

Direto das Ruas

Parente de preso denuncia que Presídio Militar não suspendeu visitas na pandemia

“Eles recebem visitas normalmente”, diz leitora sobre tratamento diferenciado para familiares de policiais

Por Aline dos Santos | 05/07/2020 12:30
Fotografia encaminhada ao Campo Grande News mostra entrada de visitantes com destino ao Presídio Militar. (Foto: Direto das Ruas)
Fotografia encaminhada ao Campo Grande News mostra entrada de visitantes com destino ao Presídio Militar. (Foto: Direto das Ruas)

Parentes de presos denunciam que enquanto a visita em unidades administradas pela Agepen (Agência Estadual de Administração do Sistema Penitenciário) está suspensa desde março por conta da pandemia do novo coronavírus, o Presídio Militar de Campo Grande segue de portas abertas para os parentes dos policiais presos.

De acordo com uma mulher de 21 anos, que há três meses só chega até à portaria do presídio Jair Ferreira de Carvalho, a Máxima, os familiares dos policiais entram normalmente aos fins de semana.

Ela foi ao local hoje para levar roupas para o marido. “Infelizmente, a lei só é cumprida para nós. Eles recebem visitas normalmente, todos os fins de semanas”, diz. A mulher pediu para não ter o nome divulgado porque teme sofrer retaliação, como a perda da carteira de visitante.

A Agepen suspendeu a visita às unidades penais desde 20 de março, devido à chegada do novo coronavírus. A medida foi para tentar impedir que pessoas infectadas entrem no sistema prisional.

O Complexo Penitenciário de Campo Grande, localizado no Jardim Noroeste, recebia mais de 1,7 mil visitantes a cada fim de semana.  A reportagem entrou em contato com o Presídio Militar, que informou não ter visitas.

O Campo Grande News também solicitou informações à PM (Polícia Militar), responsável pela unidade, mas não obteve retorno até a publicação da matéria.

Direto das Ruas - A sugestão chegou ao Campo Grande News por meio do canal Direto das Ruas, meio de interação do leitor com a redação. Quem tiver flagrantes, sugestões, notícias, áudios, fotos e vídeos pode colaborar no WhatsApp pelo número (67) 99669-9563. Clique aqui e envie agora uma sugestão.

Para que sua imagem tenha mais qualidade, orientamos que fotos e vídeos devem ser feitos com o celular na posição horizontal.