ACOMPANHE-NOS    
MAIO, SEGUNDA  10    CAMPO GRANDE 22º

Direto das Ruas

Vizinha reclama de aglomeração e som alto de igreja na Chácara das Mansões

Os fiéis reunidos estavam muito próximos, vários sem máscara e desde crianças até idosos interagindo

Por Giovana Martini | 13/04/2021 12:12
Reunião dos fiéis no último domingo, em uma Assembléia na Chácara das Mansões. (Foto: Direto das Ruas)
Reunião dos fiéis no último domingo, em uma Assembléia na Chácara das Mansões. (Foto: Direto das Ruas)

Aglomeração em uma Assembleia de Deus está preocupando a vizinha do centro religioso: neste sábado, no Bairro Chácara das Mansões, o culto reuniu fieis de todas as idade, vários sem máscara e muito próximos no local, além da música alta e carros estacionados nas calçadas, que incomodou a vizinhança.

Uma moradora do local, que preferiu não se identificar por medo de retaliação, explica que a assembleia é recente no bairro. "A inauguração foi no domingo, eu peguei a foto (enviada ao Direto das Ruas) do perfil do pastor nas redes sociais. Eles começaram as 18h e foram até as 21h, era som alto, um tumulto de gente. Tinha até carro estacionado em calçada."

A moradora já observou outros centro religiosos na redondeza que seguem funcionando, mas respeitando os protocolos. "Quase na esquina tem um centro espírita que respeita as regras, entram de pouquinho em pouquinho. agora ali (na igreja), menina do céu! É um monte de gente, criança, adulto, idoso e um monte sem máscara".

"Eu não acho isso certo sabe. Perdi um tio pra Covid nessa sexta-feira passada, as pessoas deveriam estar se cuidando ao máximo. Por que não pode dividir o culto, como outros lugares fazem? Colocar menos gente lá dentro. Pra quem perdeu um ente querido, doí ver esse desrespeito", finalizou.

Conforme decreto estadual, cultos religiosos podem ocorrer presencialmente, contanto que respeitando as medidas de biossegurança, como o uso de máscara por todos, ocupação máxima de 50% da capacidade dos espaços e distanciamento mínimo de 1,5 metros entre as pessoas, o que não se observa na imagem encaminhada ao Campo Grande News.

A reportagem procurou à igreja, mas não obteve resposta até a publicação da matéria.

Direto das Ruas - As fotos chegaram ao Campo Grande News pelo canal Direto das Ruas, meio de interação do leitor com a redação. Quem tiver flagrantes, sugestões, notícias, áudios, fotos e vídeos pode colaborar no WhatsApp pelo número (67) 99669-9563. Clique aqui e envie agora uma sugestão.

Para que sua imagem tenha mais qualidade, orientamos que fotos e vídeos devem ser feitos com o celular na posição horizontal.

Nos siga no Google Notícias
Regras de comentário