A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Quarta-feira, 18 de Setembro de 2019

23/08/2019 10:55

Brasil e Bolívia discutem implantação de novo posto alfandegário em MS

Implantação de posto em Corumbá faz parte de projeto do governo da Bolívia, como parte da rota bioceância ferroviária

Silvia Frias e Leonardo Rocha
Parte do projeto da rota ferroviária que chega ate o porto de Santos (Foto/Reprodução)Parte do projeto da rota ferroviária que chega ate o porto de Santos (Foto/Reprodução)

Os governos de Brasil e Bolívia estudam a implantação de posto alfandegário em Corumbá, como parte do projeto para integração da rota ferroviária bioceância. O assunto foi discutido esta manhã, de acordo com o governador do Estado, Reinaldo Azambuja.

O governador comentou sobre a agenda durante evento na assinatura do Bolsa Atleta, no Rubens Gil de Camillo. Na reunião, o projeto foi apresentado pelo Ministro de Obras Públicas e Serviços da Bolívia, Oscar Coca Antezana ao governo de MS e para equipe do Ministério da Infraestrutura.

Antezana apresentou o andamento das obras ferroviárias na Bolívia: finalizada de Corumbá a Santa Cruz, em fase de execução de Santa Cruz a Cochabamba, faltando 150 km e de Cochabamba para os portos do pacífico com trecho pronto.

Reinaldo diz que a Bolívia tem grande interesse nessa parceira, principalmente depois de fechar acordo com a empresa russa Akron, com fornecimento de 2 milhões de metros cúbicos para a fábrica de fertilizantes UFN3, em Três Lagoas, em fase de aquisição pelo grupo internacional.

“Isso é importante, pois a rota bioceância rodoviária está adiantada, agora é importante firmar parcerias na rota ferroviária”, avaliou o governador.

Essa implantação depende do aval do governo federal e, por isso, o projeto foi apresentado ao Ministério da Infraestrutura, para que seja pedido conjunto de Brasil, Paraguai e Bolívia.

Segundo informações divulgadas pelo governo boliviano, o projeto do "corredor bioceânico ferroviário de integração" prevê investimento de US$ 10 milhoes, com financiamento "praticamente assegurado" por consórcio privado suiço-alemão.

 

imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions