A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Sexta-feira, 20 de Outubro de 2017

07/08/2014 19:27

Comércio aposta em promoções para atrair o consumidor

Liana Feitosa
Comércio tem baixo movimento nas vendas para o Dia dos Pais. (Foto: Marcos Ermínio)Comércio tem baixo movimento nas vendas para o Dia dos Pais. (Foto: Marcos Ermínio)

Mesmo faltando apenas três dias para o Dia dos Pais, o movimento nas lojas da Capital está fraco. Marcos Antonio de Castro, gerente de uma loja de calçados do centro da cidade, espera que os dois dias que antecedem a data comemorativa compensem o pouco movimento. "Com certeza o sábado vai ser o dia mais movimentado e estamos preparados para isso. Nosso estoque está cheio", afirma.

Ao que tudo indica, quem deixar para última hora vai encontrar movimento intenso no centro, mas muita promoção também. Com a intenção de atrair o consumidor, todo tipo de campanha ganha as ruas. Marcos conta que, em sua loja, até mesmo o sogro do cliente pode sair ganhando.

"Este ano adotamos uma campanha que, caso o cliente decida comprar um presente não apenas para o pai, mas também para o sogro, ele ganha vantagens especiais e desconto. Afinal, seu sogro já te deu um ótimo presente, né?", argumenta.

Expectativas - De acordo com o presidente da Fecomércio, Edison Araújo, as vendas deste ano atingirão 5,5% a mais do que no ano passado. No entanto, descontada a inflação do período, o percentual equivale a uma expectativa de manutenção dos patamares de comercialização.

Mas é preciso atenção. Segundo o Procon/MS (Superintendência de Proteção e Defesa do Consumidor), existem itens que apresentam variação de preço de 542% em Campo Grande. Por isso, a pesquisa de preço é um recurso importante. "Fazemos a pesquisa para esclarecer a população de que os estabelecimentos praticam preços diferentes e que pode variar muito de um local para o outro", explicou o superintendente do Procon, Alexandre Rezende.

Pesquisa - Uma pesquisa realizada em 13 cidades de Mato Grosso do Sul apontou que 82% da população economicamente ativa vai comprar presentes para os pais e o consumidor está disposto a gastar, em média, R$ 132,00. Ainda de acordo com o levantamento, a maior parte das pessoas que participaram da pesquisa quer pagar o presente à vista, o que é considerado positivo pelo comércio, já que os riscos de inadimplência, dessa forma, diminuem.




imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions