A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Sábado, 21 de Outubro de 2017

17/11/2014 12:28

Douradense vai gastar menos com presente e comércio espera Natal “mais magro”

Helio de Freitas, de Dourados
Pesquisa da Fecomércio mostra que douradense pretende gastar R$ 134 por presente neste Natal (Foto: Eliel Oliveira)Pesquisa da Fecomércio mostra que douradense pretende gastar R$ 134 por presente neste Natal (Foto: Eliel Oliveira)

Como reflexo da crise econômica, os comerciantes de Dourados, a 233 km de Campo Grande, devem faturar menos neste Natal. O comércio da segunda maior cidade de Mato Grosso do Sul, com 210 mil habitantes, deve receber R$ 11,7 milhões durante as festas de fim de ano, valor 30% menor que os R$ 17,1 milhões esperados em 2013.

O douradense também vai gastar menos com o presente em 2014. Em média o valor do presente será de R$ 134. No ano passado a expectativa era 45% maior e o consumidor local gastou em média R$ 196 em cada presente. “Mesmo assim, o preço por presente está bom, considerando que 90% desses consumidores afirmam que também vão comprar até três presentes, cada”, afirmou o presidente da Fecomércio Edison Araújo.

Os números pouco animadores para os lojistas fazem parte da pesquisa de intenção de consumo realizada pela Fecomércio MS (Federação do Comércio de Mato Grosso do Sul) em parceria com a Universidade Anhanguera-Uniderp e Fundação Manoel de Barros.

Mesmo com expectativa menos positiva neste ano, Araújo ressalta que o montante é expressivo, já que a data é a mais importante para o comércio varejista. “A pesquisa aponta que 90% dos entrevistados vão às compras e é importante lembrar que não estamos considerando vendas de artigos para decoração, compras para a ceia, hospedagens e gastos em hotéis e restaurantes”, afirmou através da assessoria de imprensa.

Filhos e mães – De acordo com a pesquisa, 19% dos entrevistados pretendem presentear os filhos, 17% esposos, 12% as mães e 8% os pais. Roupa será o presente escolhido por 22% dos consumidores douradenses, 19% vão comprar brinquedos, 7% perfumaria e 6% calçados.

A Fecomércio avalia que o momento é para o comerciante traçar estratégias para fidelizar o cliente. Atendimento (20%), variedade de marcas (18%) e promoções (13%) são os itens que mais determinarão a compra do produto. Já 43% responderam que vão optar pelo pagamento à vista e 15% farão as compras com cartão de débito. Já as compras a prazo serão feitas com cartão de crédito por 25% dos douradenses.

As lojas do centro continuam sendo as preferidas da maioria dos consumidores – 56%. Outros 30% vão fazer as compras nas lojas do Shopping Avenida Center e 9% nas lojas dos bairros. A pesquisa não revela o percentual de entrevistados que vão comprar no comércio do Paraguai, a 120 km de Dourados.

Outro dado importante apontado na pesquisa é que 36% dos entrevistados irão às compras com menos de dez dias para o Natal e outros 17% na véspera. “Esse fluxo demonstra que o comerciante deve se preparar para o atendimento nesse período, com vendedores mais capacitados e com mix de produtos variados”, afirma o presidente da Fecomércio.

Mega-Sena deste sábado pode pagar prêmio de R$ 11,5 milhões
A Mega-Sena pode pagar hoje (21) R$ 11,5 milhões, prêmio do sorteio número 1.980, que será realizado às 20h (horário de Brasília). As apostas podem s...
Companhias serão investigadas por dizer que bagagem cobrada barateou passagens
O Departamento de Proteção e Defesa do Consumidor determinou hoje (20) a abertura de processo administrativo contra a Associação Brasileira de Empres...



imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions