A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Segunda-feira, 11 de Dezembro de 2017

04/06/2009 10:26

Edil aposta em gás e apoio político por indústria da BR

Redação

Secretário municipal de Desenvolvimento Econômico e Social e vice-prefeito, Edil Albuquerque (PMDB) afirmou que a vantagem de Campo Grande sobre Cuiabá, na disputa pela mega fábrica da Petrobras, é o gás natural importado da Bolívia. A cidade vizinha estaria com o fornecimento suspenso desde agosto do ano passado.

Além disto, ele e o prefeito Nelsinho Trad (PMDB) estão mobilizando a bancada federal do Estado em Brasília (DF) para ganhar, desta vez, a disputa com a cidade mato-grossense. No domingo, Cuiabá venceu a cidade morena e foi escolhida como a subsede da Copa do Mundo de 2012 no Pantanal.

O senador Delcídio do Amaral (PT) garantiu, por meio de telefonema dado hoje de manhã, que desta vez MS não perde o empreendimento. Ele agendou uma reunião dia 15 com a ministra-chefe da Casa Civil, Dilma Roussef, para discutir o investimento da petrolífera em Campo Grande.

O investimento previsto é de aproximadamente US$ 2 bilhões na produção de 1 milhão de toneladas de uréia de 600 mil toneladas de amônia por ano. "Serão gerados milhares de empregos e empregos de qualidade", ressaltou Albuquerque. Além disto, deverá mudar o perfil da economia campo-grandense e as perspectivas de mercado da cidade.

Albuquerque e Nelsinho Trad pretende unificar a bancada federal e mostrar força política, contando com o respaldo dos oito deputados federais, dos três senadores e do governador André Puccinelli (PMDB) para garantir o investimento.

A nova fábrica atenderá a Região Centro-Oeste, o estado de Rondônia e o Triângulo Mineiro (MG). Por ter uma grande produção de grãos e ter posição estratégica, Mato Grosso do Sul pode receber a fábrica de fertilizantes, na avaliação do secretário municipal de Desenvolvimento Econômico.

Esta será a terceira fábrica de uréia da Petrobras. As duas em funcionamento estão localizadas na Bahia e no Sergipe. Em 2006, dez cidades brasileiras pleiteavam o investimento da estatal. Oito cidades já foram descartadas, incluindo-se Goiânia (GO).

Empresas têm até 20 de dezembro para optar pela antecipação do eSocial
Empresas podem optar pela antecipação da implantação do Sistema de Escrituração Digital das Obrigações Fiscais, Previdenciárias e Trabalhistas (eSoci...
Prazo para regularizar débitos com fisco estadual vence na sexta-feira
Contribuintes que possuem débitos com o fisco estadual têm até sexta-feira (15) para aderirem ao Refis (Programa de Recuperação Fiscal) de Mato Gross...
imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions