A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Quarta-feira, 23 de Maio de 2018

29/03/2018 18:59

Em um ano, MS desativou mais de 105 mil linhas de telefonia celular

Apenas entre janeiro e fevereiro de 2018 houve 8,5 mil desligamentos de linhas telefônicas móveis no Estado, que seguiu movimento nacional apurado pela Anatel no período

Humberto Marques
Estado registrou retração no número de linhas ativas de telefonia celular ao longo de 12 meses, aponta Aneel. (Foto: Marcos Ermínio/Arquivo)Estado registrou retração no número de linhas ativas de telefonia celular ao longo de 12 meses, aponta Aneel. (Foto: Marcos Ermínio/Arquivo)

Entre janeiro e fevereiro deste ano, Mato Grosso do Sul registrou o desligamento de 8.521 linhas de telefonia móvel, conforme dados divulgados nesta quinta-feira (29) pela Anatel (Agência Nacional de Telecomunicações). Já ao longo de um ano, houve 105 mil desativações no Estado, que seguiu a tendência nacional no período –houve queda de 574.379 no total de linhas ativas no país entre os primeiros meses deste ano, e de 7,26 milhões desde fevereiro de 2017.

Conforme tabela divulgada pela agência, em janeiro deste ano, Mato Grosso do Sul tinha 3.223.983 linhas de telefonia celular ativas. No mês seguinte, eram 3.215.462. A retração de 8.521 equivale a 0,26% do total.

Já em fevereiro de 2017 havia, no Estado, 3.320.761, ou 105.299 linhas a mais do que o registrado no mesmo mês deste ano –uma redução de 3,17%.

Nacionalmente, a Anatel registrou 235.655.5050 linhas móveis em fevereiro de 2018, queda de 574.379 (0,24%) em relação a janeiro, e de 7.263.466 no comparativo com o mesmo mês do ano passado (2,99%).

Apenas seis Estados tiveram crescimento no número de linhas móveis em fevereiro: Amazonas, Amapá, Maranhão, Roraima, Santa Catarina e São Paulo. Os demais estados registraram queda. Em 12 meses, o avanço foi registrado apenas em São Paulo (232.965 linhas, mais 0,38%), Amazonas (32.233 linhas, 0,93% a mais) e Roraima (7.148 linhas, alta de 1,49%).

Dados – Do total de linhas móveis no Brasil, a maioria (146.041.021) são pré-pagas, ante 89.614.484 pré-pagas. Em relação às pré-pagas, houve queda de 0,95% entre janeiro e fevereiro deste ano. Em um ano, porém, a diminuição foi de 10,30%, com 16.767.728 linhas ativas.

No mesmo período, o número de linhas pós-pagas aumentou. Entre os dois meses, houve acréscimo de 828.066 linhas “com conta”, e de fevereiro de 2017 ao mesmo mês deste ano o aumento foi de 9.504.262 (11,86%).

Vivo (74.896.701 linhas), Claro (58.726.546), Tim (58.006.380) e Oi (38.900.114) são as operadoras com o maior número de clientes no Brasil. Algar, Oi, Sercomtel, Claro e TIM apresentaram redução na base de usuários entre janeiro e fevereiro deste ano. Já as empresas Datora, Nextel, Porto Seguro e Vivo tiveram crescimento, segundo a Anatel.

Quanto às tecnologias, o número de linhas 4G aumentou em 2.072.500 unidades entre janeiro e fevereiro, alta de 1,96%. Também houve aumento na tecnologia em aplicações M2M (machine to machine), como telealarmes, automação residencial e rastreamento de automóveis –foram mais com mais 277.233 linhas. As outras tecnologias –CDMA (2G), GSM (2G), banda larga 3G e WCDMA (3G)– apresentaram redução.

Ao longo de 12 meses, as linhas 4G LTE apresentaram crescimento de 40.963.592 unidades (alta de 61,50%), e as M2M ganharam 2.685.632 linhas.

Internet fixa cresce 6% em 12 meses no Brasil, apontam dados da Anatel
A Agência Nacional de Telecomunicações (Anatel) divulgou hoje (1º) os dados de acesso à internet fixa no país. Em setembro, o serviço ganhou 113.243 ...
Anatel rejeita proposta da Oi de trocar multas por investimentos
O Conselho Diretor da Agência Nacional de Telecomunicações (Anatel) rejeitou nesta segunda-feira (23) a proposta feita pela empresa de telefonia Oi, ...


imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions