A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Segunda-feira, 11 de Dezembro de 2017

14/02/2008 17:01

Horário de verão: Centro-Oeste economiza 4,2% de energia

Redação

O balanço preliminar do Operador Nacional do Sistema (ONS) indica que a 37ª edição do horário de verão, que será encerrado à meia-noite de sábado (16), superou com uma pequena margem a economia de energia conseguida na temporada passada.

Este ano a redução no horário de maior consumo foi de 1.557 megawatts (MW) no subsistema sudeste/centro-oeste, e de 480 megawatts no subsistema sul.

A economia nas Regiões Sudeste e Centro-Oeste foi de 4,2%, de uma demanda máxima de 38.357 megawatts, e na Região Sul, de 4,8%, de uma demanda máxima de 10.520 megawatts.

No ano passado, a redução foi de 1.480 megawatts nas Regiões Sudeste e Centro-Oeste, correspondente a 4% da demanda de 38.000 megawatts, e de 440 megawatts na Região Sul, que equivalem a 4,4% da demanda de 10.500 megawatts.

A redução no consumo de energia com a implementação do horário de verão correspondeu às expectativas do ONS, que previa uma redução entre 4% e 5% na demanda no horário de maior consumo de energia, o que representa cerca de 2 mil megawatts.

De acordo com a ONS, a redução obtida nessa edição descartou a necessidade de construção de uma térmica a gás natural estimada em US$ 1 bilhão.

Com o término do horário de verão, os relógios dos moradores das Regiões Sul, Sudeste e Centro-Oeste, onde prevaleceu a mudança, deverão ser atrasados em uma hora. Nas Regiões Norte e Nordeste não entraram no esquema.

O horário de verão deste ano foi iniciado no dia 14 de outubro do ano passado.

O objetivo da alteração, que tem sido realizada consecutivamente desde 1985, é reduzir o consumo de energia no horário de pico, composto pelas três horas diárias entre as 19h e as 22h, em que ocorre a máxima demanda do dia.

Nos últimos dois anos, o horário de verão foi implementado no Rio Grande do Sul, Santa Catarina, Paraná, São Paulo, Rio de Janeiro, Espírito Santo, Minas Gerais, Goiás, Mato Grosso e Mato Grosso do Sul. Nesses estados, localizados mais distantes em relação à linha do Equador do que as Regiões Norte e Nordeste, é possível um aproveitamento maior da luz solar nessa época do ano.

O horário de verão foi adotado pela primeira vez no Brasil em 1931 e teve duração de cinco meses.

Empresas têm até 20 de dezembro para optar pela antecipação do eSocial
Empresas podem optar pela antecipação da implantação do Sistema de Escrituração Digital das Obrigações Fiscais, Previdenciárias e Trabalhistas (eSoci...
Prazo para regularizar débitos com fisco estadual vence na sexta-feira
Contribuintes que possuem débitos com o fisco estadual têm até sexta-feira (15) para aderirem ao Refis (Programa de Recuperação Fiscal) de Mato Gross...
imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions