A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Quarta-feira, 24 de Janeiro de 2018

06/02/2013 15:39

Infraestrutura de MS se fortalece com linhão de 230 kV e eixos de transporte

Josemil Rocha

Buscando a diversificação da economia de Mato Grosso do Sul, uma das prioridades tem sido a implantação de infraestrutura para atrair e estimular os negócios dos setores produtivos. Na mensagem que encaminhou à Assembleia Legislativa, nesta semana, o governador André Puccinelli apresentou informações sobre alguns dos principais investimentos que estão foram executados no ano passado ou estão sendo realizados de olho no “processo de desenvolvimento”.

Na avaliação do governador, especial destaque merece a linha de transmissão de energia elétrica de 230 kV, que sai de Ilha Solteira, passa por Inocência, Chapadão do Sul, Campo Grande, Sidrolândia e Anastácio, que foi entregue no final do ano passado e que abre caminho para a abre caminho para a venda de energia elétrica que as usinas e Pequena Centrais Hidrelétricas (PCHs) produzem no Estado. Além de inserir o Estado no Sistema Interligado Nacional, a linha representa uma segurança a mais para quem investe. “O trecho até Corumbá está em obras e fica pronto este ano”, informou André.

Também é relevante o fato de em todo o Estado, em 2012, terem sido pavimentados 271,162 km de rodovias, com investimento de R$ 40 milhões, conforme dados informados por André. "Está previsto concluir no primeiro trimestre deste ano mais 467 quilômetros de rodovias, com investimento de R$ 91 milhões aplicado no período", afirmou na mensagem.

Nesse setor de transporte, a inclusão no Plano de Aceleração de Crescimento do Governo Federal (PAC), a concessão das rodovias BR-163 (trecho – Sonora a Mundo Novo), da BR-262 (trecho Campo Grande a Três Lagoas) e da BR-267 (trecho Nova Alvorada do Sul a Bataguassu) foram asseguradas, de acordo com o governador, pelas ações estratégicas “a adequação da malha viária e das ferrovias para maior integração das regiões produtoras de Mato Grosso do Sul aos principais portos brasileiros”. A concessão destas rodovias para a iniciativa privada, segundo André, “visa a duplicação, aumento da segurança e maior eficiência no transporte de cargas”.

Também estão no PAC a construção de novos ramais ferroviários: a Ferrovia da Produção, que ligará Maracaju a Dourados e Mundo Novo, indo a Cascavel/PR, e Mafra/SC; e a ferrovia que sai de Estrela do Oeste/SP, passando por Dourados e Maracaju até chegar a Porto Murtinho. Essas obras decisivas para competitividade dos nossos produtos no mercado internacional têm previsão de início já para o primeiro semestre de 2013.

A pretensão do Estado é terminar a pavimentação asfáltica da BR-359, ligando Coxim à Alcinópolis e à divisa com Goiás, este ano. Além disso, está terminando o trecho da MS-436 que une Camapuã-Figueirão-Alcinópolis. “Estes trechos, mais a pavimentação de Cantina até a BR-359, o acesso a Costa Rica e o recapeamento da MS-306 entre Cantina e Cassilândia completam a integração rodoviária das regiões norte e nordeste de Mato Grosso do Sul”, detalhou o governador.

O Estado também está tentando viabilizar novas fontes de recursos para pavimentação dos seguintes trechos: BR-419 (liga Aquidauana ao Município de Rio Verde); MS-040 (que liga Campo Grande a Brasilândia, passando por Santa Rita do Pardo); e MS-320 (que liga o entroncamento da MS-377 - Pouso Alto - Entroncamento da BR-060 - Paraíso das Águas). “Também buscamos recursos para recapear mais 893 quilômetros de rodovias estaduais pavimentadas, assegurando o rápido escoamento da produção e o deslocamento seguro dos sul-mato-grossenses em estradas de todas as regiões”, explicitou André na mensagem.

 

Caixa Econômica Federal não usará empréstimo do FGTS em 2018
Apesar da necessidade de cumprir padrões mais elevados de segurança financeira a partir de 2019, a Caixa Econômica Federal não usará o empréstimo de ...
Déficit deverá ficar até R$ 40 bilhões abaixo da meta, diz ministro
O déficit primário – rombo nas contas do governo excluindo os juros da dívida pública – em 2017 deverá ficar de R$ 20 bilhões a R$ 40 bilhões abaixo ...
Prazo para microempreendedor regularizar situação é prorrogado até sexta-feira
Os microempreendedores individuais (MEI) em atraso com o governo ganharam mais três dias para regularizar a situação. O prazo para a quitação das dív...


imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions