ACOMPANHE-NOS     Campo Grande News no Facebook Campo Grande News no Twitter Campo Grande News no Instagram
JULHO, SEGUNDA  15    CAMPO GRANDE 19º

Economia

MS amplia bônus para moradia popular com R$ 30 milhões de emendas

Famílias receberão entre R$ 12 e R$ 32 mil para comprar casa; setor diz que impulso é fundamental

Por Maristela Brunetto e Gabriela Couto | 17/06/2024 10:57
Casas populares: iniciativa do Executivo recebe R$ 30 milhões em emendas parlamentares para aquisição de moradias (Foto: Arquivo/ Assessoria Governo)
Casas populares: iniciativa do Executivo recebe R$ 30 milhões em emendas parlamentares para aquisição de moradias (Foto: Arquivo/ Assessoria Governo)

O Governo do Estado, Caixa Econômica Federal e setor da construção civil anunciaram hoje nova etapa de concessão de bônus para aquisição de casas populares, que recebe incremento de recursos diante de emendas conquistadas pela bancada federal. Os recursos ajudarão famílias com renda de até R$ 7.050. A ampliação foi vista com otimismo por empresários do setor, que dizem que agora é que começa o ano.

O incentivo, chamado Bônus Moradia Emendas, é feito pela primeira vez. No ano passado, o Estado investiu R$ 25 milhões no programa. Para este ano, o programa contará com R$ 30 milhões vindos de emendas da bancada federal para ajudar na aquisição de casas próprias em Campo Grande e Dourados, apenas. Na Capital ficarão R$ 20 milhões e o restante vai para Dourados.

O auxílio para iniciar a aquisição da moradia é de R$ 20 mil para a faixa de renda familiar de R$ 2.640 a R$ 4,4 mil; na faixa de R$ 4,4mil a R$ 7.050, chega a R$ 12 mil. O maior repasse é para quem ganha menos, até R$ 2.640, com bônus de R$ 36 mil. Com esse valor, as pessoas podem procurar imóveis de até R$ 220 mil.  O bônus não alcança quem já teve acesso a programa habitacional. Aqueles já inscritos na Agehab (Agência de Habitação Popular de Mato Grosso do Sul) mas que não foram beneficiados, devem atualizar o cadastro.

O governador destacou o ineditismo da iniciativa, “que só conseguimos viabilizar por conta das emendas da bancada federal, somados com os recursos já disponíveis para poder ampliar a faixa de beneficiados e também gerar renda com as construtoras que se interessam em fazer as casas.” Ele classificou a iniciativa como uma “solução de mercado”, para alcançar áreas que a administração pública não consegue resolver apenas com recursos próprios.

Cercado de parlamentares, Riedel destacou o impacto da iniciativa para o acesso à casa própria (Foto: Marcos Maluf)
Cercado de parlamentares, Riedel destacou o impacto da iniciativa para o acesso à casa própria (Foto: Marcos Maluf)

Segundo divulgado esta manhã, na divulgação das inscrições, em evento que reuniu os prefeitos, bancada federal, deputados estaduais e empresários no Centro de Convenções Rubens Gil de Camilo, a informação divulgada é que em 2023,  65% dos inscritos eram da menor faixa salarial, com 2 mil casas.

O superintendente da Caixa,  Augusto Vilalba, disse que em cinco anos o setor de moradia popular movimentou R$ 10 bilhões de investimentos no Estado. Ele elogiou o empenho da bancada, em destinar recursos de emendas para o bônus e “abraçar a causa do sonho da casa própria”. Segundo o superintendente, o estado é um dos primeiros nessa iniciativa.

Começa o ano – Para empresários, o apoio do poder público em conceder um bônus para aquisição de moradia popular é relevante para impulsionar o setor. O gerente comercial da Tecol, Henry Barcelos Ceolin, chegou a dizer que agora é que começava o ano para eles. Conforme Ceolin, a venda dos imóveis fica mais lenta sem o auxílio. Ele mencionou que um condomínio chegou a demorar seis anos até a completa comercialização no Conjunto Moreninhas sem subsídios do poder público.

Segundo o gerente, o apoio vai gerar emprego na construção civil, atendendo tanto empresas maiores quanto pequenos empreiteiros que constroem imóveis populares. Para ele, será um incentivo para surgirem novos empreendimentos.

 Para obter mais informações sobre o programa, acesse o site da Agehab, clicando aqui.

Receba as principais notícias do Estado pelo Whats. Clique aqui para acessar o canal do Campo Grande News e siga nossas redes sociais.


Nos siga no Google Notícias