A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Terça-feira, 22 de Maio de 2018

19/04/2011 16:57

MS-Gás busca investidores em Corumbá para reverter passivo contábil

Marta Ferreira

A MS-Gás está buscando investidores para colocar em funcionamento a termelétrica de Corumbá, projeto que motivou a construção pela empresa de um ramal do gasoduto hoje completamente inativo e que pesa nos balanços de fim de ano da empresa como passivo, fazendo com que, mesmo com bons resultados nos últimos anos, a empresa acumule um prejuízo contábil.

No ano passado, embora tenha tido lucro de R$ 13 milhões, o passivo contábel da empresa estava em R$ 10 milhões, por conta dos ativos parados em Corumbá.

O diretor-presidente da empresa, Matias Gonsales, afirmou ao Campo Grande News que o aproveitamento dos ativos em Corumbá está sendo gestionado junto ao grupo EBX, do empresário Eike Batista, que construiria uma termelética na fronteira com a Bolívia e o Brasil, mas acabou desistindo do projeto, e ainda com outras empresas, que ele mantém em sigilo.

Mesmo com esse passsivo, Matias comemora os resultados obtidos pela MS-Gás nos últimos anos e principalmente no ano passado, quando a estatal aumentoun em mais de 250% o volume de gás distribuído.

O setor com maior crescimento foi a indústria e é dele que Matias acredita que virão novos clientes.

Gás veicular Ele também revela que a empresa fará, ainda este ano, uma campanha de recuperação da clientela do gás natural veicular, cujo consumo caiu no ano passado.

Aproveitando a disparada dos preços dos combustíveis gasolina e álcool, a intenção é mostrar aos donos de veículos que o GNV é seguro e mais barato.



imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions