ACOMPANHE-NOS    
DEZEMBRO, QUARTA  08    CAMPO GRANDE 29º

Economia

Produtores de MS contam com R$ 282 milhões em recursos do Plano Safra 2015/16

Por Mariana Rodrigues | 08/07/2015 15:26
O valor aprovado pelo Governo Federal no dia 22 de junho será disponibilizado através do Pronaf. (Foto: Divulgação)
O valor aprovado pelo Governo Federal no dia 22 de junho será disponibilizado através do Pronaf. (Foto: Divulgação)

Produtores rurais dos 79 municípios do Estado, já podem contar com R$ 282 milhões em recursos do Plano Safra 2015/16 da Agricultura Familiar. O anuncio foi feito pelo diretor-presidente da Agraer (Agência de Desenvolvimento Agrário e Extensão Rural), Enelvo Felini, durante entrevista a um programa de rádio.

O valor aprovado pelo Governo Federal no dia 22 de junho será disponibilizado através do Pronaf (Programa Nacional de Fortalecimento da Agricultura Familiar). Este ano o setor contará, em todo o Brasil, com R$ 28, 9 bilhões, valor 20% maior que do último ano, que foi de R$ 24,1 bilhões.

Enelvo Felini explicou que a Agência está com seus profissionais preparados à espera do produtor. Basta que ele vá em uma agência para receber as orientações necessárias, elaborar um projeto e em seguida encaminhá-lo para avaliação do banco. Caso seja aprovado, o crédito será liberado.

Para Felini o valor é considerado interessante, visto que o País atravessa um momento delicado nas finanças. “Precisamos aplicar todo esse dinheiro no campo, pois uma vez aplicado ele impulsiona a produção, gera emprego e renda a sociedade, o que ajuda a economia nesses tempos de fragilidade”, evidenciou.

A taxa de juros aplicadas dentro do Plano Safra começa de 4,5% e vai subindo respeitando tamanho produtivo do trabalhador rural. "Se você analisar que todo ano há aumento na água, energia, petróleo e insumos, por exemplo, você percebe que há uma adequação no tabelamento", avaliou Enelvo.

O diretor da Agraer lembrou ainda que os R$ 282 milhões para a Agricultura Familiar do Estado está em caixa desde o dia 1º de julho. “Nessa data o Banco do Brasil lançou, simultaneamente, o plano em 26 capitais brasileiras. Agora, basta que o produtor busque um de nossos escritórios para se informar sobre os procedimentos necessários para ter o dinheiro”.

Outras ações - Desde o inicio do ano, há um profissional em um pavilhão da Ceasa, responsável por orientar o produtor a comercializar sem atravessadores.Nossa missão é a de estimular a fertilidade dentro dos assentamentos e cooperativas. De modo que a maior parte do lucro fique com o homem do campo, gerando emprego e esperança de um melhor futuro a sua família”, afirmou Enelvo.

Na sexta-feira (10), está programada a entrega de três caminhões para auxiliar as atividades rurais em comunidades quilombolas da cidade de Jaraguari. Também está engatilhado o projeto “Terra Boa”, que visa distribuição de calcário e fertilizantes para correção da acidez de solos nos assentamentos. “Nos primeiros dois anos queremos atender de 10 a 16 mil famílias, para depois chegar a marca de 30 mil propriedades até o final da gestão. A meta é cada produtor consiga corrigir pelo menos um hectare de terra ao ano”, contou.

Nos siga no Google Notícias
Regras de comentário