ACOMPANHE-NOS    
OUTUBRO, SÁBADO  24    CAMPO GRANDE 29º

Educação e Tecnologia

Aulas presenciais não voltam mais na Rede Estadual de Educação este ano

Governador Reinaldo Azambuja anunciou prorrogação da suspensão até dezembro em live nesta tarde

Por Lucia Morel | 05/10/2020 15:30
O governador Reinaldo Azambuja fez o anúncio em live nesta tarde. (Foto: Reprodução Facebook)
O governador Reinaldo Azambuja fez o anúncio em live nesta tarde. (Foto: Reprodução Facebook)

A Rede Estadual de Educação não retomará as aulas presenciais em 2020. No início desse último bimestre letivo, o anúncio foi feito pelo governador Reinaldo Azambuja (PSDB) em live transmitida agora à tarde pelas redes sociais do Governo do Estado.

Decreto será publicado amanhã no Diário Oficial do Estado prorrogando a suspensão das aulas presenciais até dezembro deste ano. “A Saúde recomendou e vamos seguir diante do que indica a ciência e de não voltarmos às aulas presenciais este ano”, justificou Azambuja.

Segundo o governador, é um risco aos alunos, aos profissionais de educação e aos professores as aulas serem retomadas. Em relação às escolas privadas, qualquer retorno deverá ser discutido em vias do Prosseguir (Programa de Saúde e Segurança da Economia). Audiência Pública vai ocorrer no próximo dia 8 de outubro, com a Defensoria Pública, sobre o tema.

Entre as justificativas apresentadas para a não retomada das aulas presenciais, o governador citou a segunda onda de infecções por covid-19 que está acontecendo nos países da Europa, com aumento no número de casos após ter havido redução.

As aulas presenciais na rede estadual estão suspensas deste março, com entrega de merenda às famílias dos alunos. São mais de 210 mil estudantes com aulas remotas, pela internet, televisão, mas também a possibilidade de uso de atividades.

As escolas estão abertas para receber quem enfrenta alguma dificuldade na aprendizagem ou tenham dúvidas, tanto pais, quanto estudantes.

Sobre a forma de avaliação, todos os detalhes serão repassados em uma próxima live, programada para semana que vem.

Nos siga no Google Notícias
Regras de comentário